Fim do EI cai mal em times parceiros e Santos e Bahia já estudam rompimento

Gabriel Vaquer, Leandro Miranda, Marcello De Vico, Napoleão de Almeida e Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

O fim das atividades do Esporte Interativo pode ter impacto nos clubes da Série A que assinaram contrato com a emissora. O Bahia e o Santos cogitam pedir a rescisão do acordo na Justiça.

"Se forem confirmadas as informações prévias que a gente tem, somado aos problemas já identificados anteriormente no contrato, o Bahia vai buscar a rescisão via arbitragem. Tudo isso com as respectivas indenizações, para proteger o patrimônio e a imagem do clube", afirmou Guilherme Bellintani, presidente do Bahia, em contato com o UOL Esporte.

No caso do Santos, o clube começou a estudar o contrato com o Esporte Interativo para tentar achar brechas que permita a rescisão. O desejo de romper com a emissora existe desde o início da gestão do presidente José Carlos Peres, mas a multa de R$ 200 milhões sempre foi um impeditivo.

O desejo de romper com o Esporte Interativo surgiu após a reaproximação do Santos com a Globo. A emissora carioca prometeu integrar o clube paulista no rol dos clubes que não fecharam com a concorrente desde o início.

O Esporte Interativo anunciou nesta quinta-feira (9) o encerramento de suas atividades. A Turner, contudo, manterá os contratos previamente assumidos com clubes e Uefa e transmitirá jogos do Campeonato Brasileiro, a partir de 2019, e da Liga dos Campeões nos próximos três anos, nos canais TNT e Space.

Em contato com a reportagem, Mário Celso Petraglia, presidente do Atlético-PR, evitou se aprofundar sobre a situação. O dirigente disse ter visto com surpresa o encerramento do Esporte Interativo e afirmou que o clube estudará o caso.

O Coritiba segue a mesma linha do rival. O clube paranaense diz oficialmente que estudará a situação do Esporte Interativo. A reportagem apurou que a diretoria não vê motivo para a rescisão contratual.

O Palmeiras é outro time que está analisando a situação do Esporte Interativo. O clube, no entanto, ainda não tem uma posição sobre o que fará em relação ao caso.

O Esporte Interativo tem contrato com oito clubes da primeira divisão para a transmissão das partidas do Campeonato Brasileiro a partir de 2019: Atlético-PR, Bahia, Ceará, Coritiba, Internacional, Palmeiras, Paraná e Santos.

Um dos motivos para o fim do Esporte Interativo seria a aquisição da Turner, grupo dono do canal, pela AT&T, gigante de telecomunicações americana e proprietária da operadora SKY. Para se adequar às leis brasileiras, é necessário que o grupo reduza a operação para não ser acusado de abuso de poder econômico. Ficou decidido, então, que não valeria a pena manter uma marca local, como Esporte Interativo, e colocar em risco um acordo mundial.

Outros motivos para a decisão foram o corte de custos aliado ao momento de perda de assinantes na TV fechada no Brasil e a baixa audiência (exceto transmissões ao vivo da Champions League).

Copa do Nordeste não será transmitida na TNT e Space

O Esporte Interativo também tinha contrato com a Liga dos Nordeste para a transmissão do principal torneio da região. Em nota, a liga confirmou que a Turner garantiu os compromissos firmados anteriormente.

Segundo apurou a reportagem, os direitos seguirão sendo repassados para o SBT Nordeste. No entanto, TNT e Space não terão as partidas televisionadas.

Veja a nota na íntegra:

A Liga do Nordeste acaba de ter conhecimento e lamenta a decisão da Turner de fechar os canais Esporte Interativo, que foram muito importantes para o futebol nordestino nos últimos anos. Agradecemos ao Esporte Interativo pelo excelente trabalho realizado, que ajudou a consolidar a Copa do Nordeste como competição de grande sucesso esportivo, de público e comercial no cenário do futebol brasileiro.

A Liga do Nordeste e os clubes que a compõem asseguram aos seus parceiros comerciais a continuidade do crescimento financeiro da competição. Os contratos comerciais de longo prazo em vigor com a Turner, cujas obrigações não são afetadas pela sua decisão de descontinuar o Esporte Interativo, nos permitem manter as cotas já aprovadas para a Copa do Nordeste de 2019 e o compromisso de continuar crescendo nos anos seguintes.

A Turner, empresa do Grupo Time Warner que é dona dois canais TNT, Cartoon Network e CNN com grande presença no Brasil, é uma empresa financeiramente sólida, tem reputação ilibada no mercado e já nos comunicou que honrará as obrigações de todos os contratos que tem com a Liga do Nordeste.

A Copa do Nordeste, competição oficial organizada pela CBF – Confederação Brasileira de Futebol, continuará a levar o melhor do futebol nordestino para o Brasil inteiro nos próximos anos.

Aproveitamos a oportunidade para convidar a todos para Festa de Lançamento e Sorteio de Grupos da Copa do Nordeste de 2019 ocorrerá em Maceió, no Teatro Gustavo Leite, no dia 4 de outubro a partir das 19 horas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos