Santos faz 3 gols em cinco minutos, vence Fluminense reserva e cola no G-6

Do UOL, em Santos (SP)

Não foi fácil, mas, de tanto insistir, o Santos conseguiu levar a melhor sobre o Fluminense em duelo disputado na tarde deste sábado (27), na Vila Belmiro, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time de Cuca precisou de mais de 80 minutos até finalmente superar o goleiro Rodolfo, que até então vinha sendo o melhor da partida. De pênalti, o artilheiro Gabigol abriu o placar, e Victor Ferraz e Sánchez fecharam a conta para fazer 3 a 0.

Com um time totalmente reserva por conta do compromisso de quarta-feira (31), pela Sul-Americana, contra o Nacional-URU, o Fluminense abdicou de atacar. Conseguiu se defender por um bom tempo, mas no final viu o Santos enfim conseguir transformar as chances criadas em gols.

Com o resultado, o Santos chega a 46 pontos e coloca pressão no sexto colocado Atlético-MG, que também soma 46 e fica à frente por conta do número de vitórias. O time mineiro entra em campo na segunda (29), diante do Ceará. Já o Fluminense estaciona nos 40 pontos.

O Santos tem agora exatos sete dias até o seu próximo compromisso: o clássico contra o Palmeiras, dia 3 de novembro, no Allianz Parque. Já o Fluminense também tem clássico em sua próxima rodada da competição nacional, contra o Vasco, sábado, no Maracanã, mas antes disso encara o Nacional-URU em jogo da Sul-Americana.

O melhor: Rodolfo

Apesar dos três gols sofridos, fez pelo menos três grandes defesas e impediu o Flu de levar uma goleada histórica na Vila Belmiro.

O pior: Júnior Dutra

Sofreu com o esquema defensivo do Flu. Sozinho na frente, não ganhou uma diante da defesa do Santos.

Olé! Airton esbanja categoria na defesa

Exceção feita a uma bela jogada de Dodô logo no início do jogo, o primeiro tempo foi carente de grandes lances. O mais bonito deles ficou por conta de Airton, que aplicou um lindo chapéu em Victor Ferraz, no campo de defesa. De resto, o Santos teve mais a bola, mas não soube aproveitar. Assim como o Flu não conseguiu ter os contra-ataques que planejava.

Santos volta do intervalo inspirado. Rodolfo também...

Em apenas cinco minutos do segundo tempo, o Santos conseguiu levar mais perigo do que toda etapa inicial. E só não abriu o placar porque Rodolfo não deixou. Ele fez grandes defesas em cabeceadas de Lucas Veríssimo e, principalmente, de Rodrygo – nesta, espalmou na trave. Já aos 17min, impediu mais um gol em chute sem pulo de Rodrygo.

Gabigol perde gol incrível

Melhor no segundo tempo, o Santos teve uma chance claríssima para abrir o placar aos 11min. Após cruzamento e desvio de Rodolfo, Gabigol, sozinho dentro da área, finalizou por cima do gol.

La mano de Dios?

Após cruzamento forte de Derlis, Gabriel Barbosa tentou repetir Maradona na Copa do Mundo de 1986, mas não obteve sucesso e ainda recebeu cartão amarelo.

Gabigol abre a porteira

De pênalti, sofrido por ele mesmo, Gabigol enfim conseguiu abrir o placar aos 38min e marcou o gol de número 12.500 do Santos. Logo depois, vieram mais dois: de Victor Ferraz, de cabeça, aos 42min, e de Sánchez, após tabela com Gabigol, aos 43min.

Bambu vaiado e esquecido pela torcida

Insatisfeita com a não renovação de Robson Bambu, que tem contrato só até 10 de novembro, a torcida santista vaiou o nome do jogador no anúncio da escalação antes do jogo. Em seguida, os aficionados pularam Robson Bambu ao gritarem, nome por nome, a escalação do Santos.

Novo uniforme em campo

Divulgação/Santos
O jogo contra o Fluminense marcou a estreia do novo terceiro uniforme do Santos, na cor dourada, em homenagem ao bicampeonato mundial do clube da Vila Belmiro, conquistado em 1963.

SANTOS 3 X 0 FLUMINENSE

Data: 27/10/2018 (sábado)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Henrique Neu Ribeiro e Eder Alexandre (ambos de SC)
Cartões amarelos: Airton, Marlon, Fernando Neto (Fluminense), Robson Bambu, Gabriel Barbosa (Santos)
Gols: Gabriel, aos 38min, Victor Ferraz, aos 42min, e Carlos Sánchez, aos 43min do segundo tempo

SANTOS
Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Robson Bambu e Dodô; Alison (Bryan Ruiz), Carlos Sánchez e Diego Pituca; Rodrygo (Copete), Bruno Henrique (Derlis González) e Gabriel Barbosa
Técnico: Cuca

FLUMINENSE
Rodolfo; Igor Julião, Paulo Ricardo, Frazan (Alex) e Marlon; Airton (Mateus Norton), Dodi e Daniel (Cabezas); Jr. Dutra, Kayke e Marcos Jr.
Técnico: Marcelo Oliveira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos