Vasco vence, abre 4 pontos da zona do rebaixamento e complica o São Paulo

Do UOL, em São Paulo

O Vasco deu um importante passo na luta contra o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira (22), no São Januário, no Rio de Janeiro, o Cruz-maltino derrotou o São Paulo por 2 a 0. O time carioca, que contou com o apoio da torcida, construiu o placar com o gols de Andrey, ainda no primeiro tempo, e de Pikachu, no finalzinho.

A vitória fez o Vasco respirar mais aliviado no Brasileirão. Afinal, o Cruz-maltino passou a somar 42 pontos, na 15ª posição - quatro pontos à frente da zona da degola. Já o São Paulo permanece no quinto lugar, com 62 pontos, e depende de um tropeço do Grêmio nas duas últimas rodadas para ainda poder garantir a vaga na fase de grupos da Copa Libertadores.

O triunfo também serviu para o Vasco acabar com um tabu. A equipe carioca não derrotava o Tricolor paulista em São Januário pelo Brasileirão desde 22 de maio de 2005, quando marcou 3 a 1.

O São Paulo volta a jogar na próxima segunda-feira (26), no Morumbi, quando enfrenta o Sport. O Vasco tem uma dura missão. No domingo (25), no Rio de Janeiro, o time carioca vai receber o líder Palmeiras, que busca o título do Brasileirão. 

Sem artilheiro e técnico

O técnico André Jardine não pôde contar com o seu goleador. Com dores no joelho direito, Diego Souza foi vetado pelo departamento médico e ficou em São Paulo. O camisa 9 é o artilheiro do Tricolor na temporada, com 16 gols. Já o Vasco não teve o seu treinador, Alberto Valentim, no banco de reservas. O comandante havia sido expulso no jogo com o Corinthians e foi substituído no campo pelo auxiliar Fernando Miranda.

Volta de Rodrigo Caio

Como Bruno Alves cumpriu suspensão por causa do terceiro cartão amarelo, o zagueiro campeão olímpico teve a oportunidade de atuar outra vez. A última vez que Rodrigo Caio havia entrado em campo fora no clássico com o Palmeiras, no dia 6 de outubro.

Ataque tricolor

Mesmo sem muita objetividade, o São Paulo teve mais o domínio do jogo no início do confronto. A equipe paulista até chegou a tentar atacar o adversário, mas faltava mais calma no último toque.

Erros do São Paulo e gol de Andrey

Aparentemente nervosa, a equipe tricolor errou muito na saída de bola e deu oportunidades para o adversário. Em uma dessas falhas, Jucilei e Hudson permitiram que Andrey chutasse de fora da área e a bola entrou no canto do gol de Jean. 

Torcida xinga Nenê

Boa parte da torcida vascaína demonstrou mágoa em relação a Nenê. O meia, que defendeu o Cruz-maltino entre 2015 e o início deste ano, foi bastante xingado em alguns momentos do jogo.

Bolas murchas

Integrantes da comissão técnica do São Paulo reclamaram da postura do coordenador técnico do Vasco, PC Gusmão, que teria pedido para os gandulas esvaziarem as bolas para retardar o jogo. No intervalo, todas as bolas foram enchidas novamente. 

Vasco recua e São Paulo pressiona

Com a vantagem no placar, o Vasco recuou no segundo tempo e só passou a explorar os contra-ataques. Desta maneira, o São Paulo teve mais espaço e pressionou o adversário. Para tentar dar ainda mais força ao sistema ofensivo, Jardine trocou Hudson por Shaylon no decorrer da etapa final. Mais tarde, ele colocou também Pedro na vaga de Tréllez.

Fernando Miguel salva

No finalzinho, o São Paulo seguiu pressionando o Vasco e ficou perto de conseguir o empate. Após cruzamento na área, Rodrigo Caio cabeceou e Fernando Miguel fez uma defesa incrível.

Pikachu amplia

Nos acréscimos, o Vasco ainda teve tempo para fazer o segundo. Depois de Thiago Galhardo roubar a bola de Shaylon, Maxi López trocou passes com Yago Pikachu, que tocou para o fundo das redes. 

O pior: Jucilei

O volante cometeu o erro no lance do gol do Vasco e também falhou em outros momentos da partida.

O melhor: Andrey

Criou boas jogadas e foi premiado com o gol no primeiro tempo.

Ficha técnica

Campeonato Brasileiro - 36ª rodada

VASCO DA GAMA x SÃO PAULO

Data: 22 de novembro de 2018
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Cleriston Clay Barretos Rios (SE)
Cartões amarelos: Desábato, Luiz Gustavo (Vasco); Hudson, Rodrigo Caio, Bruno Peres e Antony (São Paulo)
Público e renda: 14.917 e R$ 354.345,00
Gol: Andrey aos 17 do 1º tempo; Pikachu  aos 49 do 2º

Vasco: Fernando Miguel; Luiz Gustavo, Leandro Castán, Werley (Oswaldo Henríquez) e Henrique; Desábato (Willian Maranhão), Andrey, Thiago Galhardo, Pikachu e Kelvin (Caio Monteiro); Maxi López. Técnico: Fernando Miranda (Alberto Valentim).

São Paulo: Jean; Bruno Peres, Rodrigo Caio, Arboleda e Reinaldo; Hudson (Shaylon), Jucilei e Nenê; Helinho (Antony), Tréllez (Pedro Bortoluzo) e Everton. Técnico: André Jardine.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos