Na despedida de Renato, Santos vence após 5 jogos e complica Atlético-MG

Do UOL, em São Paulo

O Santos voltou a vencer após cinco jogos no Campeonato Brasileiro. Neste sábado (24), o time comandado por Cuca bateu o Atlético-MG por 3 a 2 na Vila Belmiro e encerrou a sequência negativa na competição. A partida marcou a despedida do volante Renato dos gramados aos 39 anos.

Em um jogo bastante movimentado, o Santos abriu caminho para a vitória com um gol logo no primeiro minuto, com Sánchez. O Atlético chegou a empatar, mas o time da casa retomou a vantagem com gols de Felippe Cardoso e Gabigol. Ricardo Oliveira anotou os dois gols do Atlético.

O resultado na Vila Belmiro complicou o Atlético-MG na briga por uma vaga na Libertadores do ano que vem. Com 56 pontos, o time mineiro pode ser ultrapassado pelo Atlético-PR na sequência da rodada e cair para a sétima posição - fora da zona de classificação para a competição continental. O Santos, por sua vez, chegou a 50 pontos e assegurou participação na próxima edição da Sul-Americana com o triunfo.

Os dois times voltam a campo no próximo domingo (2 de dezembro) para a rodada de encerramento do Campeonato Brasileiro. O Santos visita o Sport na Ilha do Retiro, enquanto o Atlético-MG recebe o Botafogo no Independência.

O melhor: Gabigol 

Gabriel Barbosa mostrou mais uma vez porque foi um dos grandes nomes do Santos nesta temporada. O atacante marcou o terceiro gol da equipe e se isolou ainda mais como artilheiro da competição, com 18 gols. Ele deixou o campo aos 37 minutos do segundo tempo para a entrada de Renato.

O pior: Chará

Em um primeiro tempo de domínio do Santos, o Atlético-MG não conseguiu contar com Chará como arma para contra-atacar. O colombiano teve atuação discreta e não deu a velocidade que poderia ajudar a equipe na Vila Belmiro. O jogador foi substituído no intervalo.

Sánchez volta e abre o placar no primeiro minuto

Bastou apenas um minuto para o Santos inaugurar o placar na Vila Belmiro, com Carlos Sánchez. O uruguaio, que desfalcou o time por três jogos para representar a seleção em amistosos, cobrou com categoria uma falta da entrada da área e colocou o time em vantagem.

Ricardo Oliveira encerra jejum em antiga casa

Após sete jogos sem marcar, Ricardo Oliveira voltou a balançar as redes. O centroavante anotou o gol de empate do Atlético-MG com um chute rasteiro da entrada da área, aos 16 minutos do primeiro tempo. Curiosamente, o atleticano encerrou a sequência de partidas sem gol justamente contra o ex-clube - antes de se transferir para o clube mineiro, ele defendeu o Santos entre 2015 e 2017.

No segundo tempo, o atacante voltaria a marcar, aos sete minutos. Após cobrança de escanteio, Vanderlei saiu mal do gol e a bola desviou no atacante antes de entrar.

Gabigol marca e "se despede"

Artilheiro do Campeonato Brasileiro, Gabigol voltou a deixar a sua marca neste sábado. O atacante anotou o terceiro gol do Santos na partida ao completar na saída de Victor o belo passe de Dodô, aos 36 minutos do primeiro tempo. Ele chegou a 18 na competição.

Esse, inclusive, deve ter sido o último jogo de Gabriel em sua segunda passagem pelo Santos. O jogador, que está cedido pela Inter de Milão em empréstimo até dezembro, levou o terceiro cartão amarelo quando tirou a camisa para comemorar e está suspenso da partida contra o Sport. Antes da partida, ele havia publicado uma mensagem na função Stories do Instagram em tom de despedida. "Sempre será minha casa", escreveu na legenda de uma imagem com camisa do Santos.

Três minutos antes do gol de Gabriel, o time da Vila Belmiro havia retomado a vantagem no placar com Felippe Cardoso. O atacante tabelou com Diego Pituca, driblou o marcar e bateu forte parar marcar.

"Apagão" atrasa início do segundo tempo

A partida contou com um contratempo na volta do intervalo. O segundo tempo do confronto teve o início atrasado por conta de problema na iluminação da Vila Belmiro. As luzes do estádio se apagaram durante homenagem para o volante Renato e levaram 26 minutos para acenderem novamente.

Santos tem jogador expulso perto do fim

Se no primeiro tempo Carlos Sánchez ajudou o Santos a construir a vantagem ao marcar logo no primeiro minuto, no segundo tempo o uruguaio deixou a equipe em situação complicada ao ser expulso aos 31 minutos. O meia cometeu falta dura em Elias e recebeu o cartão vermelho direto no momento em que a equipe vencia por 3 a 2.

Renato encerra a carreira com homenagem

O jogo deste sábado marcou a despedida de Renato do futebol. O volante se aposentou dos gramados aos 39 anos e passará a atuar exclusivamente na função de executivo de futebol do clube. Antes da bola rolar, os jogadores do Santos vestiram uma camisa de terno com o número 8 e a inscrição "#ObrigadoRenato" em homenagem ao veterano. No intervalo, o telão da Vila Belmiro exibiu vídeos de ex-companheiros, como Robinho e David Braz, e familiares de Renato.

Renato entrou em campo para o último ato como jogador aos 37 minutos do segundo tempo, na vaga de Gabigol.

A despedida encerra a segunda passagem de Renato pelo Santos. Ele havia retornado ao clube em 2014. Antes disso, o volante defendeu o time da Vila Belmiro entre 2000 e 2004.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 X 2 ATLÉTICO-MG

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data e horário: 24 de novembro de 2018, às 20h (horário de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Jorge Eduardo Bernardi (ambos do RS)

Cartões amarelos: Dodô, Alison Diego Pituca e Gabriel (SAN); Cazares (CAM)
Cartão vermelho: Carlos Sánchez (SAN)

Gols: Sánchez (SAN), com um minuto do primeiro tempo, Ricardo Olivera (CAM), aos 16 minutos do primeiro tempo, Felippe Cardoso (SAN), aos 33 minutos do primeiro tempo, Gabriel (SAN), aos 36 minutos do primeiro tempo, e Ricardo Oliveira (CAM), aos sete minutos do segundo tempo.

Santos
Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Felippe Cardoso (Rodrygo), Gabriel e Derlis González. Técnico: Cuca.

Atlético-MG
Victor; Emerson (Patrick), Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Matheus Galdezani, Elias, Luan (Lucas Cândido) e Cazares; Yimmi Chará (Terans) e Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos