Inter vence Náutico em jogo com troca de camisas e volta a ser líder

Do UOL, em Porto Alegre

  • CHICO PEIXOTO/LEIAJÁIMAGENS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Leandro Damião marcou o gol que levou o Inter aos 48 pontos e de volta à liderança

    Leandro Damião marcou o gol que levou o Inter aos 48 pontos e de volta à liderança

O Internacional retomou a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (23), o Colorado venceu o Náutico fora de casa, em jogo disputado no estádio Lacerdão, com um gol de Leandro Damião. A vitória poderia até ter sido maior não fosse a falta de pontaria do time, que cresceu no segundo tempo e superou o gramado ruim em Caruaru.

Pouco antes da bola rolar, a equipe gaúcha foi obrigada a trocar de camisa pela semelhança com uniforme dos mandantes. A semelhança só foi notada pela arbitragem na hora do hino nacional.

A liderança volta aos braços do Inter por conta do número de vitórias. Com 48 pontos, o Internacional supera o América-MG por ter vencido 14 jogos na segunda divisão. Os dois clubes se enfrentam na próxima quarta-feira, em Porto Alegre, em jogo válido pela 26ª rodada.

O Náutico, por sua vez, segue estacionado na zona de rebaixamento com 20 pontos. À frente somente do ABC, que perdeu para o Figueirense em Florianópolis e continua na lanterna.

Quem foi bem: Edenilson

Volante foi dominante no setor e ainda colaborou muito ofensivamente. Deu a assistência para o gol de Leandro Damião e manteve o nível da atuação até o apito final. Foi o condutor de um time melhor tecnicamente, mas que padeceu pelo gramado ruim e própria oscilação.

Quem decepcionou: Alemão

Lateral direito voltou a ser titular após quatro meses, no lugar do lesionado Cláudio Winck, e fez primeiro tempo fraco. Foi facilmente acossado pelos adversários até o intervalo. Na etapa final, até por conta da postura do Inter, foi menos pressionado.

Personagem: Leandro Damião

Centroavante marcou o gol do jogo e chegou a cinco bolas na rede na atual passagem pelo Internacional. Antes de converter, tentou bicicleta e finalizações de fora da área. No total, Leandro Damião tem 94 gols pelo Colorado.

Troca de camisa em cima da hora

MARLON COSTA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Antes da bola rolar o Internacional foi obrigado a mudar de roupa. Por conta da grande semelhança entre o número principal do Náutico e a camisa reserva do Colorado, o time de Guto Ferreira voltou às pressas para o vestiário. Lá, os 11 jogadores vestiram a camisa vermelha. A mudança gerou uma cena atípica no campo. Os reservas trocaram de camisa no banco mesmo.

Confusão na rua, policial ferido e 38 detidos

Torcedores de Náutico e Internacional protagonizaram uma briga generalizada no entorno do estádio em Caruaru. Segundo a Polícia Militar de Pernambuco, 38 pessoas foram detidas após arremesso de pedras, paus e uso de rojão. Um dos artefatos explosivos atingiu um sargento do batalhão de choque no peito. O policial foi levado a um hospital local para receber atendimento.

Inter oscila e vence com bola aérea

O Inter fez um jogo irregular, mas suficiente para vencer. O gramado afetou a atuação, aumentando erros individuais e gerando espaços diante de um adversário frágil. Mesmo com altos e baixos, oscilando entre domínio e falhas circunstanciais, o Colorado sempre esteve perto da vitória. Ainda no primeiro tempo, acertou a trave com Victor Cuesta e teve duas boas chances com Damião e Edenilson.

Na etapa final o caminho deixou de ser o chão e passou a ser o ar. Por cima a vitória chegou e em cinco minutos. Edenilson levantou para área desde a intermediária e Damião cabeceou de dentro da pequena área. Gol e a senha para um domínio ainda maior – em reflexo aos espaços deixados pelo Náutico atrás do empate.

Náutico cria pouco

O time de Roberto Fernandes produziu muito pouco ofensivamente, mas em vários momentos trocou golpes francos com o Inter. Ainda assim, o Náutico só chegou perto do gol de Danilo Fernandes quando houve falha individual do sistema defensivo do Colorado. Na defesa, o Timbu vacilou especialmente nos confrontos com Damião.

Guto põe chileno na vaga de D'Alessandro

Sem D'Alessandro, suspenso, Guto Ferreira escalou Felipe Gutiérrez para ter mais controle do meio-campo. O Inter não foi todo ataque desde o início e esperou o Náutico se jogar. O treinador foi obrigado a fazer a primeira troca aos 35 minutos do primeiro tempo por lesão: Ernando saiu para entrada de Danilo Silva. A segunda substituição ocorreu aos 29 da etapa final, quando Gutiérrez deu lugar a Camilo. Por fim, Nico López foi a campo quando Eduardo Sasha saiu.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO 0 X 1 INTERNACIONAL

Data e hora: 23/09/2017 (Sábado), às 16h30 (Brasília)
Local: estádio Lacerdão, em Caruaru (PE)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Auxiliares: Alessandro Rocha Matos e Elicarlos de Oliveira (ambos baianos)
Cartões amarelos: Aislan (NAU); Felipe Gutiérrez (INT)
Gol: Leandro Damião, aos 5 minutos do segundo tempo (INT)

NÁUTICO: Jefferson; Sueliton, Breno Calixto (Felipe Gabriel), Aislan e Manoel; Amaral, Miranda (William Schuster), Dico (Gilmar), Giovanni e Iago; Rafael Oliveira
Técnico: Roberto Fernandes

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Alemão, Ernando (Danilo Silva), Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson, Felipe Gutiérrez (Camilo), William Pottker e Eduardo Sasha (Nico López); Leandro Damião
Técnico: Guto Ferreira

UOL Cursos Online

Todos os cursos