Palmeiras joga mal e perde, mas elimina Inter com gol fora de casa

Do UOL, em São Paulo

O Palmeiras deu susto na sua torcida, saiu perdendo por 2 a 0 do Internacional, mas um gol de Thiago Santos classificou a equipe paulista para as quartas de final da Copa do Brasil. Na ida, em São Paulo, o atual campeão brasileiro havia vencido por 1 a 0 e, com isso, se classifica por causa do tento marcado fora de casa. Antes, D'Alessandro e Nico López tinham balançado as redes.

O jogo mostrou um Palmeiras completamente apático, com jogadores desligados e errando o básico, como Jean e Edu Dracena. Aos 30 minutos do segundo tempo, a solução encontrada por Cuca foi jogar o time para as bolas aéreas e deu certo. Antes, no primeiro tempo, o time teve um pênalti não marcado. 

Do outro lado, os gaúchos foram eficientes para a proposta de jogo, mas recuaram muito após a vantagem e viram os palmeirenses dominarem a posse de bola. Agora fica a expectativa da estreia de Guto Ferreira, que já foi contratado para substituir Antônio Carlos Zago, mas ainda não estreou. Nesta quarta, o time foi comandado por Omar Hellman.

O sorteio das quartas de final será feito na próxima segunda-feira, na sede da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Além do Palmeiras, já estão classificados Atlético-PR, Atlético-MG, Grêmio, Flamengo, Botafogo e Santos. Cruzeiro e Chapecoense jogam nesta quinta-feira para definir o último classificado.

Pela 4ª rodada do Brasileirão, o Palmeiras volta a campo no domingo, às 16h, para enfrentar o Atlético-MG. O Internacional joga o clássico regional na Série B ao enfrentar o Juventude, às 19h de sábado, no Beira-Rio. 

Jeferson Guareze/AGIF
Jogadores do Inter comemoram om D'Alessandro o primeiro gol do Inter contra o Palmeiras

O melhor do jogo: D'Alessandro

Além de ter feito o primeiro gol do Internacional, o argentino começou a jogada do segundo. Ele ainda ajudou bastante na marcação e foi essencial para a vitória do Internacional na partida. 

O pior do jogo: Cuca

O técnico montou um time sem Borja depois de prometer que daria tempo para o colombiano mostrar seu bom futebol. Além disso, manteve o ineficiente Jean no meio-campo. Na hora de substituir, não foi ousado. Tirou Edu Dracena para colocar Thiago Santos mesmo perdendo e precisando marcar um gol. Logo depois, colocou Borja no lugar de Roger Guedes, trocando atacante por atacante. 

Pressão colorada dá certo

O Internacional começou o jogo abafando o Palmeiras. Prass fez excelente defesa em tentativa de Nico López, mas não conseguiu segurar a tentativa de D'Alessandro. Logo aos oito minutos, Edenílson achou excelente passe para o argentino, que ficou cara a cara e pôde escolher em qual canto bateria para abrir o placar.

Palmeiras tem gol anulado e pênalti não marcado

O Palmeiras reagiu rápido e tentou propor o jogo logo após sofrer o gol, aproveitando que os donos da casa recuaram. Menos de 10 minutos depois, Roger Guedes recebeu passe de Dudu e ficou cara a cara com Danilo. Ele conseguiu vencer o goleiro, mas viu o auxiliar marcar impedimento duvidoso.

Logo depois, Willian recebeu na entrada da área e viu Léo Ortiz se atirar para cortar com o braço dentro da área. O pênalti não foi marcado. 

Problema à vista?

Dudu foi substituído logo aos 30 minutos do 1º tempo. O camisa 7 e capitão sentiu uma fisgada ao tentar fazer uma marcação, caiu no chão (veja vídeo) e deu lugar imediatamente para Keno. Depois, já no banco de reservas, ele sentou nitidamente abatido com um saco de gelo na virilha. Na volta a São Paulo, ele passará por exames para determinar o período de afastamento. 

Cuca testa novidade, e Inter aumenta

O Palmeiras voltou com Felipe Melo atuando como zagueiro e Thiago Santos jogando como volante. O Internacional precisou de 10 minutos para aumentar a vantagem. D'Alessandro colocou a bola nas costas de Zé Roberto para William, que cruzou para Nico López. O atacante bateu e venceu Prass para fazer o 2 a 0. 

Palmeiras perde gol incrível

O Internacional abdicou do jogo e passou a administrar a vantagem que tinha. O Palmeiras, então, aproveitou os espaços para atacar. Keno cruzou para Willian e o atacante acertou a trave. No rebote, a bola sobrou para Dourado, que tentou afastar e parou nos palmeirenses. Pouco antes, Borja já havia dado boa cabeçada para a defesa de Danilo.  

Bola aérea funciona

Aos 30 minutos do 2º tempo, Cuca mandou Mina virar atacante e resolveu usar da bola aérea. Deu certo, mas não com o colombiano. Thiago Santos aproveitou furada de Borja para cabecear e fazer o gol que faz o Palmeiras avançar. 

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 X 1 PALMEIRAS

Data: 31 de maio de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Público:  31.871 pagantes
Renda: R$   877.661,00
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro - MG (FIFA)
Assistentes: Marcio Eustaquio S Santiago - MG (CBF) e Pablo Almeida da Costa - MG (CBF)
Cartões amarelos: Edu Dracena, Felipe Melo, Borja, Fernando Prass (PAL); Léo Ortiz (INT)


INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; William (Danilo Silva), Léo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Felipe Gutiérrez, Edenílson e D'Alessandro; Marcelo Cirino e Nico López
Técnico:  Odair Hellmann

PALMEIRAS: Prass; Fabiano, Mina, Edu Dracena (Thiago Santos) e Zé Roberto; Felipe Melo, Tchê Tchê e Jean; Willian, Dudu (Keno) e Guedes (Borja)
Técnico: Cuca

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos