CBF aprova decisão de Vuaden em anular pênalti polêmico de Santos x Fla

Do UOL, em São Paulo

A CBF aprovou a não marcação do pênalti de Réver em Bruno Henrique, durante a partida entre Santos e Flamengo, pela Copa do Brasil. Em seu site oficial, a entidade máxima do futebol brasileiro disse não ter tido "nada a marcar" no lance.

A jogada resultou em polêmica por causa da marcação inicial do árbitro. Assim que Bruno Henrique cai na área, Vuaden marca pênalti. Em conversa com o quarto árbitro, porém, o homem do apito volta atrás quase um minuto depois e aponta escanteio.

"Um jogador pode proteger a bola colocando-se entre um adversário e a bola desde que a bola se encontre em distância de disputa e o jogador não seja segurado com os braços ou corpo. Segue o jogo. Nada a marcar. Tiro de canto", disse a CBF.

Por causa do lance, o Santos enviou à CBF um pedido de anulação da partida contra o Flamengo. O clube paulista acusa uma interferência externa do repórter Eric Faria, da "Globo", sobre a arbitragem.

Pelo Twitter, Faria chamou de "leviana" as acusações de que teria comunicado o quarto árbitro sobre o lance.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos