Victor falha no jogo, é herói nos pênaltis e Galo segue na Copa do Brasil

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

O Atlético-MG entrou em campo com uma grande vantagem, por ter vencido o Figueirense por 1 a 0, em Florianópolis. Mas o Galo não soube fazer valer o mando de campo, no Independência, e quase foi eliminado da Copa do Brasil. A equipe dependeu dos pênaltis após derrota por 2 a 1 no tempo normal nesta quarta-feira. E o time deve isso ao goleiro Victor que salvou a equipe com duas defesas, garantindo o 4 a 2 na disputa das penalidades.

Um minuto de aplausos para Bebeto de Freitas

O Atlético entrou em campo de luto, pela morte de Bebeto de Freitas, que teve uma parada cardíaca na Cidade do Galo. O diretor de controle e administração do clube foi bastante homenageado. O time jogou todo de preto e na camisa de cada um estava escrito no nome de Bebeto, logo abaixo da marca do patrocinador. A torcida do Galo também fez sua homenagem, transformando o minuto de silêncio em minuto de aplausos.

Divulgação Atlético-MG
Atlético-MG usou camisa preta e com o nome de Bebeto estampado no peito

Amigdalite faz Elias desfalcar o Atlético

O volante Elias não treinou na segunda-feira, por causa de uma amigdalite, motivo pelo qual também ficou fora do jogo com o Figueirense. O jogador chegou a ser relacionado por Thiago Larghi, mas como não se recuperou, nem sequer foi para o Independência. Na vaga de Elias entrou Arouca, que teve uma atuação bastante discreta.

Figueirense perde zagueiro nos primeiros minutos

A partida com o Atlético durou menos de cinco minutos para o zagueiro Cleberson. O camisa 3 do Figueirense sofreu uma falta de Ricardo Oliveira e após a queda já pediu para ser substituído. A lesão, no entanto, não foi pela ação do atacante atleticano. O defensor do Figueira teve uma lesão muscular na coxa esquerda. Eduardo Bauermann foi o escolhido por Milton Cruz para entrar no lugar de Cleberson.

Victor falha no gol do Figueirense

Apesar de atuar como visitante, o Figueirense se portou em campo como se fosse mandante, pelo menos até os 21 minutos da etapa inicial, quando abriu o placar. Zé Antônio cobrou falta de muito longe, no meio do gol e Victor aceitou. O goleiro do Atlético posicionou mal a barreira e ainda foi de forma estranha para a bola.

Reação atleticana é muito rápida

O começo de jogo do Atlético não foi bom. Porém, o time conseguiu reagir logo após sofrer o gol do Figueirense. Após erro na saída de bola do time catarinense, Adilson achou Ricardo Oliveira dentro da área e o atacante bateu de canhota, sem chances para Denis. Resultado que deu muita tranquilidade à equipe mineira, que melhorou consideravelmente após o gol de empate.

Torcedor do Atlético arremessa copo no gramado

A irritação de um torcedor com uma marcação da arbitragem pode gerar problemas ao Atlético. Um torcedor do clube arremessou um copo de água no gramado no Independência. O objetivo foi recolhido pelo quarto árbitro. Certamente o acontecimento vai ser relatado na súmula da partida e pode gerar punição para o clube mineiro.

Defesa falha e Figueirense aproveita

Apesar de precisar de um gol para levar a decisão para a disputa de pênaltis, o Figueirense não conseguiu pressionar o Atlético e nem mesmo criar chances de gol. Porém, em mais uma falha da defesa atleticana, o time de Santa Catarina marcou o segundo gol. Jorge Henrique aproveitou uma bola mal afastada por Leonardo Silva e bateu sem chances para o goleiro Victor.

Atlético já acumula R$ 5,4 milhões em premiação

Com a classificação à quarta fase da Copa do Brasil, o Atlético vai receber R$ 1,8 milhão. Já são R$ 5,4 milhões acumulados em prêmios pela participação nas fases iniciais do torneio. O Galo recebeu R$ 1 milhão na primeira etapa, mais R$ 1,2 milhão na segunda fase e R$ 1,4 milhão pela terceira fase.

Sorteio da quarta fase será dia 19

O Atlético vai conhecer seu adversário da quarta fase da Copa do Brasil na segunda-feira, dia 19, às 11h. É quando acontece o sorteio dos confrontos, na sede da CBF. Nesta etapa, não existe nenhum tipo de trava para a definição dos confrontos. Portanto, o Galo pode enfrentar qualquer um dos outros nove classificados. Além do Atlético, já estão na quarta fase o São Paulo, Internacional, Goiás e Náutico. Os outros cinco classificados vão ser definidos nesta quinta-feira.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 1 (4) X 2 (2) FIGUEIRENSE

Data: 14 de março de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Motivo: 3ª fase da Copa do Brasil
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Dyorgines Padovani de Andrade (ES)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires e Vanderson Antonio Zanotti (ambos ES)
Cartões amarelos: Leonardo Silva e Ricardo Oliveira (CAM) Gustavo Ferrareis e Jorge Henrique (FIG)
Gols: Zé Antônio aos 21 e Ricardo Oliveira aos 25 minutos do segundo tempo; Jorge Henrique aos 25 minutos do segundo tempo

Pênaltis
Atlético-MG: Fábio Santos (gol), Ricardo Oliveira (gol), Tomás Andrade (gol) e Luan (gol)
Figueirense: Jorge Henrique (Victor pegou), André Luis (gol), Diego Renan (Victor pegou), Cedrón (gol)

ATLÉTICO-MG: Victor, Patric, Leonardo Silva, Gabriel (Iago Maidana, no intervalo) e Fábio Santos; Adilson, Arouca, Otero (Tomás Andrade, aos 27 do 2º), Cazares e Róger Guedes (Luan, aos 13 do 2º); Ricardo Oliveira.
Técnico: Thiago Larghi (interino).

FIGUEIRENSE: Denis; Diego Renan, Nogueira, Cleberson (Eduardo Bauermann, aos 4 do 1º) e Guilherme Lazaroni; Zé Antônio, Betinho (Pereira, no intervalo), Jorge Henrique, Gustavo Ferrareis e Maikon Leite (Cedrón, aos 39 do 2º); André Luis.
Técnico: Milton Cruz.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos