Luan pede paciência com garoto após gols perdidos: "nível de Gabriel Jesus"

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

O jovem Alerrandro, de apenas 18 anos, recebeu sua terceira chance no time profissional do Atlético-MG. No empate por 2 a 2 contra o Ferroviário, o garoto começou como titular e anotou duas assistências durante os 90 minutos, mas também chamou atenção pelos gols perdidos. Nervoso em alguns momentos, o jogador perdeu ótimas chances que poderiam selar a classificação alvinegra ainda na primeira metade da partida. Apesar disso, recebeu o apoio do companheiro Luan, que o comparou ao também jovem Gabriel Jesus e pediu paciência para a torcida.

"Temos que pedir um pouco mais de paciência da torcida com o garoto. Por mais que ele não tenha feito o gol, é nível de Gabriel Jesus. Ele tem essa virtude, se movimenta bastante, consegue finalizar com as duas pernas e dá os passes como ele deu. Está todo mundo de parabéns", disse o atacante do Galo.

A primeira grande chance de Alerrandro no jogo surgiu aos 30 minutos do primeiro tempo, recebendo sozinho dentro da área, mas finalizando por cima. Instantes depois, recebeu em boas condições mais uma vez, mas voltou a chutar por cima. Na etapa final, o atacante ficou novamente na cara do gol, mas não pôde comemorar o feito porque o zagueiro Luís Fernando afastou a bola em cima da linha. No apagar das luzes, Alerrandro até balançou as redes, mas foi pego em impedimento e teve seu gol anulado.

Dentro de campo, Luan também prestou apoio ao atacante a cada lance perdido ou jogada desperdiçada. Apesar de não ter marcado, Alerrandro foi o dono das duas assistências alvinegras na partida. A primeira para Róger Guedes e a segunda para Gustavo Blanco.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos