Neymar é o maior "garçom" e o segundo jogador que mais apanha no Espanhol

Do UOL, em São Paulo

Passado quase um terço do total de rodadas do Campeonato Espanhol, o brasileiro Neymar ainda está longe dos principais goleadores da competição na tabela de artilharia. Mas se destaca em outros dois quesitos, as assistências e o número de faltas sofridas.

Neymar marcou três gols na Liga Espanhola, bem atrás dos primeiros da lista. O português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, tem 13, junto do brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa, do Atlético de Madrid. Lionel Messi é o terceiro, com oito.

Os atacantes top 3 em gols são também os que mais tentaram arremates até agora. O português é o líder disparado no quesito, com 95 chutes. O argentino tem 54, contra 43 do atacante do Atlético de Madrid.

Mas Neymar é o jogador com mais assistências que resultaram em gol, com sete passes no total. O segundo é Koke, do Atlético de Madrid, com seis. Cristiano Ronaldo aparece em décimo, com três.

Em faltas sofridas, o ex-jogador do Santos é um dos mais caçados. Sofreu 38 faltas até agora, menos apenas do que Diego Costa, que levou um total de 42. Cristiano Ronaldo é o nono, com 27 faltas recebidas até agora. Messi não aparece sequer entre os dez primeiros.

Na última sexta-feira, o Barcelona venceu o Espanyol por 1 a 0, após passe de Neymar para Alexis Sanchez anotar. O resultado garantiu a liderança do clube por mais uma rodada. Os catalães tem 34 pontos contra 33 do Atlético de Madri, segundo colocado.

O brasileiro nem teve uma de suas melhores atuações com a camisa do Barça. Fez um primeiro tempo bastante apagado, mas ressurgiu nos 45 minutos finais, com duas boas finalizações e o lindo passe para gol, com a bola passando no meio das pernas de dois zagueiros rivais.

Ainda fez uma jogada plástica ao dar um drible de corpo no goleiro Kiko Casilla, que saiu em sua direção para evitar a jogada. Depois, o camisa 11 foi parado em jogo de corpo e não conseguiu dar seguimento ao lance.

Essa jogada lembra um dos maiores "golaços perdidos" por Pelé. Na Copa de 1970, contra o Uruguai, o Rei passou do mesmo jeito pelo goleiro Mazurkiewicz. Mas, o ex-jogador conseguiu pegar a bola e bateu para fora.

JORNAIS ESPANHOIS SE DERRETEM POR NEYMAR APÓS ASSISTÊNCIA

  • Reprodução
  • Reprodução

 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos