Torcida não perdoa, e Danilo é recebido com vaias no Santiago Bernabéu

do UOL, em São Paulo

A torcida do Real Madrid não perdoou os jogadores da equipe após a derrota por 2 a 0 para o Wolfsburg, pelas quartas de final da Liga dos Campeões. Neste sábado, antes mesmo de começar a partida contra o Eibar, que terminou em goleada dos merengues, surgiram vaias no Santiago Bernabéu. O mais perseguido foi Danilo, reserva nesta manhã, mas titular no revés do meio de semana.

Os protestos começaram quando o sistema de som do estádio anunciou os atletas relacionados para a partida deste sábado. Danilo, mesmo no banco, foi o mais vaiado, junto com James Rodríguez, que sequer foi titular contra o Wolfsburg na Alemanha.

A perseguição ao meia colombiano, no entanto, não durou muito tempo, já que ele abriu o placar com menos de cinco minutos de jogo. Já em relação ao brasileiro, as críticas continuaram. Danilo entrou em campo aos 17min da etapa final, no lugar de Carvajal, e ouviu vaias em quase todos os momentos em que tocou na bola.

Em seu Instagram, o lateral brasileiro respondeu as críticas após o jogo. "Sei o que significa defender esse escudo e a exigência da torcida. Muito orgulhoso de estar no Real Madrid e ter esse público. Já estamos com a cabeça na terça-feira", escreveu.

Danilo não é considerado titular absoluto do Real Madrid, aliás, havia perdido a vaga quando Zinedine Zidane assumiu o comando técnico da equipe, mas voltou a ganhar a confiança do treinador, que optou começar com ele na Liga dos Campeões. Não satisfeito com as críticas sobre seu atleta, o francês ainda fez questão de defender o lateral-direito após a derrota.

"Não me arrependo de colocá-lo como titular. Não foi mal como escutei. Nós fomos mal (como um todo)", disse Zidane no meio da semana.

UOL Cursos Online

Todos os cursos