Topo

Carioca - 2019


Werley cita primo que perdeu no incêndio do Fla: "Me tinha como espelho"

Do UOL, no Rio de Janeiro

2019-02-14T00:36:36

14/02/2019 00h36

Em campo pela primeira vez após a morte de seu primo Pablo Henrique (14) no incêndio no CT do Flamengo na sexta-feira passada (8), o zagueiro Werley, do Vasco, não conteve a emoção ao destacar a dor que tem sentido com a perda precoce do parente.

"Eu tinha que entrar em campo. Esses três dias (antes de retornar aos treinos) foram os piores da minha vida. Eu precisava jogar. Futebol é uma das coisas mais importantes da minha vida. O Pablo me tinha como um espelho", declarou.

O defensor, que foi ovacionado pela torcida do Vasco durante a partida, ficou bastante emocionado ao citar as lembranças que tinha de seu primo adolescente:

"Eu era padrinho dele. Peguei ele no colo. Vão ficar as lembranças boas, o videogame, o uno (jogo de cartas). Agora é cuidar da família dele".

Werley fez questão de agradecer o carinho e o apoio que teve de Vasco, torcida e do Flamengo, ex-clube de Pablo Henrique.

"O Vasco foi essencial. Agradeço muito ao clube, aos torcedores, pelas mensagens nas redes sociais. Vou ser grato pelo resto da minha vida ao André (Souza, supervisor de futebol). Ele ficou comigo a sexta-feira toda", disse.

Para o jogador, caso o Vasco conquiste o título da Taça Guanabara, ele será dedicado à sua família e ao clube:

"É uma cicatriz que vai demorar para fechar. Vou buscar esse título para minha família e para o clube também".

Em campo, o Vasco venceu o Resende por 3 a 0 e agora a aguarda o vencedor de Flamengo e Fluminense, que se enfrentam hoje no Maracanã, para decidir a Taça Guanabara no próximo domingo (17).