Organizada do PSG perde paciência com recuperação de Neymar: "indecência"

Do UOL, em São Paulo

Um coletivo de organizadas do PSG soltou uma nota em que cobra respeito dos jogadores da equipe em relação aos torcedores. Mesmo sem citar nominalmente Neymar, a torcida fez uma dura crítica ao tratamento da lesão do brasileiro, ao qual afirmaram que foi feito "longe de nossa cidade e à beira da indecência".

"Depois do não-jogo e do desempenho peculiar de nossa equipe contra o Real, as peripécias da gestão de uma lesão à beira da indecência e longe da nossa cidade, e os comportamentos desrespeitosos que estão se multiplicando, seja no campo ou nas redes sociais, exigimos de nossos jogadores um pouco mais de contenção e respeito em relação à instituição que é o Paris Saint-German", escreveu o Collectif Ultras Paris em um comunicado nas redes sociais.

A postura representa uma guinada na relação entre esses torcedores mais radicais com o elenco. Antes, esses grupos se mostravam dispostos a apoiar os grandes nomes do time e Neymar, mesmo em momentos em que o atacante foi vaiado pela torcida "comum" do PSG.

Os ultras se mostram especialmente insatisfeitos com o comportamento dos jogadores nas redes sociais, principalmente depois que a equipe foi eliminada pelo Real Madrid na Liga dos Campeões.

Neymar sofreu a lesão no pé direito no dia 26 de fevereiro e optou por fazer o tratamento no Brasil, a despeito do desejo de parte da diretoria do PSG de que ele retornasse à França. O clube definiu que Neymar enfim voltará a Paris na semana que vem.

Mesmo com o pé lesionado, o atacante foi visto nas redes sociais dançando e andando de bicicleta.

"Nós fomos e continuaremos a ser seus principais pilares, mas não ficaremos quieto se a honra de nosso clube continuar a ser desrespeitada", escreveu o coletivo de ultras. "A paciência do povo vermelho e azul tem limite."

UOL Cursos Online

Todos os cursos