David Silva dedica gol ao filho, que nasceu de 6 meses e lutou pela vida

Do UOL, em São Paulo

  • CARL RECINE/Reuters

O Manchester City venceu o Huddersfield por 6 a 1 neste domingo, mas a história mais bonita do dia começou a ser escrita antes do apito inicial. O meia espanhol David Silva apresentou à torcida seu primeiro filho Mateo, que nasceu prematuramente em dezembro após uma gestação de apenas seis meses.

Mateo ficou cinco meses hospitalizado, período em que o jogador se dividiu entre os treinos em Manchester e o tratamento no hospital Casa de Salud, em Valencia. Pepe Guardiola e a direção do clube o liberaram de partidas no ano passado, nos momentos mais difíceis da vida de Mateo.

O jogo deste domingo foi o primeiro de David Silva depois de um afastamento por uma lesão na perna. Vestido com a camiseta do City, Mateo entrou em campo no colo do pai e parecia bem de saúde ao ser saudado pela torcida. Quando Silva marcou seu gol de falta (o quarto do City no jogo), correu em direção à arquibancada e beijou uma tatuagem no braço com o rosto do filho e a frase "Nunca se renda".

Ele repetiu o gesto ao ser substituído no segundo tempo. A transmissão da partida mostrou sua esposa Jéssica, que carregava Mateo no Eithad Stadium.

Ao final do jogo, Silva levou o filho ao vestiário e todos os jogadores do City celebraram a vitória ao lado do bebê. No Twitter o lateral Benjamin Mendy disse que Mateo foi o "homem do jogo".

"É muito cedo para dizer que tudo está bem para o Mateo", disse Silva em uma entrevista no mês passado. "Mas a boa notícia é que ele está ficando cada vez mais forte. Ele tem que continuar com os exames frequentes, mas ao menos conseguimos pensar no futuro. Você nunca imagina que seu bebê vai ter que lutar pela vida. Foi uma época horrível. Eu ficava indo e vindo para a Espanha, tentando estar com ele, tentando treinar, voltando para Manchester para jogar pelo City."

A emocionante história aconteceu depois que a torcida do City conheceu de perto como o drama do primeiro filho do meia mexeu com o time. No documentário recém-lançado sobre o clube, Pep Guardiola aparece exortando os jogadores a vencer o Tottenham na temporada passada para homenagear Silva e a luta de Mateo.  

"Hoje nós temos que ganhar por uma razão", diz Guardiola antes da entrada no gramado contra o Tottenham. "Temos que ganhar por David Silva e por Jéssica. Ele está sofrendo para c… na vida. Quando vocês forem lá fora, vocês vão lá e aproveitem por ele. Se vocês forem lá e a gente sofrer, sofram por ele. Vocês conhecem a situação. Hoje nós queremos ganhar por David Silva, a namorada e a família dele. Ficou claro?"

David Silva agradeceu o apoio do clube no momento mais difícil de sua vida. "Eu tinha que ficar forte para porque eu queria que meu filho continuasse lutando."

"Toda essa história mudou minha vida?", se perguntou Silva em uma entrevista recente. "Eu diria que não porque eu sempre entendi a importância da família."

UOL Cursos Online

Todos os cursos