Efeito Aguero: "Talvez o City não sinta tanta falta de Gabriel Jesus"

Do UOL, em São Paulo

Sérgio Aguero parecia carta fora do baralho no Manchester City até a semana passada. Mas Gabriel Jesus quebrou o dedinho do pé e vai ficar três meses afastado. E o argentino aproveitou para mostrar que ainda pode ser útil para o time de Pep Guardiola. Pelo menos essa é a opinião dos jornais ingleses após a vitória por 5 a 3 do City sobre o Monaco, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

De volta ao posto de centroavante titular após a lesão do brasileiro, Aguero marcou duas vezes, deu passe para outro e ainda poderia ter sofrido um pênalti caso o árbitro da partida não tivesse interpretado um toque do goleiro rival, Subasic, no primeiro tempo, como encenação. "Ele apareceu por todo o campo como um animal ferido, perseguindo o que aparecesse pela frente. Foi o melhor do jogo. Talvez o City não vá sentir tanta falta de Gabriel Jesus como se pensava inicialmente", disse o jornal The Sun.

A opinião é parecida com a do Daily Mail: "O City é melhor atacando, assim como Aguero, que jogou como um homem com algo a provar, após perder a vaga de titular para Gabriel Jesus", escreveu o diário.

Na França o desempenho do argentino também foi elogiado: "Aguero foi prolífico, na melhor definição da palavra. Relegado ao banco desde a chegada de Gabriel Jesus, ele aproveitou a lesão do brasileiro para voltar a ser titular. Ele retribuiu com quatro chutes, três no gol, duas bolas na rede e uma assistência para Sané", escreveu a France Football.

UOL Cursos Online

Todos os cursos