City vence o Shakhtar e mantém 100%; Gabriel Jesus deixa partida cabisbaixo

Do UOL, em São Paulo

  • Reuters/Lee Smith

Poderia ter sido mais fácil se não fosse o pênalti perdido por Agüero, mas o Manchester City conseguiu sair do Etihad Stadium com a vitória sobre o Shakhtar Donetsk. Pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, a equipe de Pep Guardiola manteve o 100% ao vencer por 2 a 0, gols de Kevin De Bruyne e Sterling.

A partida exigiu uma improvisação de Guardiola. Sem poder contar com o lesionado Mendy, o técnico espanhol precisou colocar o meia Fabian Delph na função de lateral esquerdo.

Outro momento de destaque foi a substituição de Gabriel Jesus, logo aos oito minutos do segundo tempo. Com uma atuação apagada, o atacante brasileiro deixou o gramado cabisbaixo e foi consolado por Pep Guardiola à beira do campo.

O resultado mantém o Manchester City na liderança do Grupo F, com seis pontos. A segunda colocação agora é do Napoli, que venceu o Feyernoord por 3 a 1, e chegou aos três pontos. O Shakhtar Donetsk é o terceiro, também com três.

Na próxima rodada, Manchester City e Napoli se enfrentarão em solo inglês, no Etihad Stadium, em 17 de outubro. No mesmo dia, o Shakhtar Donetsk visitará o Feyernoord.

Manchester City cria as melhores chances na primeira etapa

Reuters/Lee Smith

A pontaria foi uma vilã do Manchester City no primeiro tempo. De Bruyne e Sané tiveram duas chances claras para tirar o zero do placar, mas acabaram errando o alvo. O primeiro lance aconteceu aos 29 minutos, quando Gabriel Jesus aproveitou bobeira da defesa adversária, roubou a bola e tocou para De Bruyne. O belga invadiu a área e chutou para fora.

Aos 40 minutos, a segunda chance: Sané recebeu na esquerda, passou por três jogadores, mas tocou ao lado da trave do goleiro Pyatov.

De Bruyne abre o placar para o City

Depois de segurar o Manchester City no primeiro tempo, o Shakhtar não teve o mesmo sucesso na etapa final. Logo aos três minutos, um erro de passe de Marlos no meio de campo deu início ao gol de Kevin De Bruyne.

O próprio belga interceptou o passe do brasileiro e tocou para David Silva. O espanhol segurou demais a bola e quase foi desarmado. Apesar disso, o meia conseguiu fazer o passe para De Bruyne na entrada da área, que bateu com categoria para o fundo das redes de Pyatov.

Agüero perde a chance de se igualar como maior artilheiro do City

Reuters/Lee Smith

Agüero teve nos pés a chance de se igualar a Eric Brook como o maior artilheiro da história do Manchester City. A oportunidade surgiu aos 25 minutos do segundo tempo, quando Sané caiu em jogada com Ordets e o árbitro assinalou penalidade máxima.

Na cobrança, Agüero desperdiçou o que seria o seu 177º gol com a camisa do Manchester City. O argentino bateu no canto direito de Pyatov, que saltou para defender.

Apagado, Gabriel Jesus deixa o campo cabisbaixo

AP Photo/Rui Vieira

Pep Guardiola optou por tirar Gabriel Jesus da partida e colocar Sterling em campo, aos oito minutos da etapa final. Em sua caminhada até o banco de reservas, o brasileiro não escondeu a decepção e permaneceu cabisbaixo. Ao ver sua jovem estrela desapontada, Guardiola falou algumas palavras para o atacante, antes de abraçá-lo.

Durante a partida, Jesus pouco fez. O melhor momento foi o já citado passe para De Bruyne, que mandou para fora.

Substituto de Gabriel Jesus deixa o seu

Entrando no lugar de Gabriel Jesus, Sterling teve duas chances de balançar as redes. A primeira aconteceu aos 23 minutos da segunda etapa. Walker deu belo passe para De Bruyne, que cruzou para o inglês, que, sozinho, mandou para fora.

Aos 45 minutos, porém, veio o gol. Bernardo Silva partiu pela direita e rolou para Sterling, no meio da área. O atacante inglês só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

Torcida do City volta a vaiar o hino da Liga dos Campeões

As vaias durante o hino da Liga dos Campeões voltaram a marcar presença na partida em casa do Manchester City. O gesto tem sido corriqueiro desde a temporada 2014/15. Na ocasião, a UEFA puniu o CSKA Moscou e fez com que a equipe russa enfrentasse os ingleses com portões fechados. A atitude causou prejuízo a centenas de torcedores do City, que já haviam comprado passagem de avião e reservado hospedagem na Rússia.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos