Guardiola ironiza e 'agradece' policiais após ataque a ônibus do City

Do UOL, em São Paulo

As câmeras da emissora espanhola "Gol TV" flagraram o técnico Pep Guardiola irritando com a polícia de Liverpool após o ônibus do Manchester City ter sido atacado antes do jogo contra o clube da cidade Na ocasião, torcedores atacaram garrafas, latas, sinalizadores e até rolos de papel higiênico no automóvel.

"Obrigado por nos proteger. Muito obrigado. Agradeço pelo que fizeram... vergonha", disse Guardiola, no caminho para o vestiário, de maneira irônica.

O ônibus teve o para-brisa estilhaçado, assim como a janela do motorista. De acordo com a BCC, o veículo não estava em condições de ser utilizado no caminho de volta para Manchester, e por isso precisou ser substituído.

A Polícia de Merseyside — condado que abrange a cidade de Liverpool — informou que dois de seus agentes foram feridos por objetos atirados durante a confusão "Este comportamento é completamente inaceitável. Vamos conduzir inquéritos para identificar os responsáveis", prometeu a instituição.

Assistente de Guardiola, o espanhol Manuel Estiarte publicou em suas redes sociais um vídeo com a visão interna do ônibus. Cada lata ou garrafa que batia na lataria do veículo ecoava no interior do automóvel (veja abaixo).

Por causa do ocorrido, o Liverpool divulgou nota oficial apresentando "desculpas a Pep Guardiola, seus jogadores, funcionários e autoridades apanhados no incidente". O clube ainda promete ajudar a identificar os torcedores exaltados e oferece qualquer apoio logístico ao adversário.

Questionado sobre o episódio, o técnico Jurgen Klopp disse não entender o motivo da hostilidade. "Tentamos de tudo para evitar uma situação como essa. Quando chegamos, foi obviamente muito positivo. Mas, em nome do Liverpool FC, tenho que pedir desculpas", afirmou na entrevista pré-jogo.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos