Marcelo provoca o Barça: "Não ia acontecer conosco porque somos o Real"

Do UOL, em São Paulo

A má atuação do Real Madrid nesta quarta-feira (11), em pleno Santiago Bernabéu, foi salva já nos acréscimos da partida, quando Benatia derrubou Lucas Vázquez na área, cometendo pênalti. A marcação, convertida com tranquilidade por Cristiano Ronaldo, fechou o placar em 3 a 1 para a Juventus, mas os merengues avançaram às semifinais da Liga dos Campeões no agregado (4 a 3).

Perto de sofrer um vexame parecido com o do Barcelona, que viu a Roma eliminá-lo após tirar uma vantagem de 3 a 0, Marcelo aproveitou para provocar o maior rival do Real Madrid.

"Não ia acontecer com a gente o que aconteceu com o Barcelona porque somos o Real", disse na entrevista coletiva depois da partida.

O lance que define o confronto, acontecido a 30 segundos do fim da partida, gerou muita polêmica e reclamação por parte dos italianos. O lateral tratou de rebater dando a sua opinião sobre o caso - e não foi o único.

"O pênalti para mim foi claro, claríssimo. Futebol é incrível, mexe com as emoções. Se é pênalti tem que apitar. São coisas que acontecem no campo", afirmou o lateral esquerdo preferido por Tite na seleção brasileira.

Marcelo teve muita dificuldade nesta quarta, principalmente com Douglas Costa. Além de ficar em maus lençóis com o ponta direita, que abusava das jogadas em suas costas, o camisa 12 do Real viu a Juve criar as três jogadas de gol pelo seu lado.

"Desde que saímos de Turim, sabíamos que seria uma partida muito difícil. Trabalhamos bastante, a gente sabe como é o futebol. Tomamos três gols aqui, mas damos a cara. Fizemos o que foi possível para passar", acrescentou.

Com a classificação, o Real se junta à Roma, Liverpool e Bayern de Munique na semifinal da Liga dos Campeões. Os duelos da fase que antecede a final serão conhecidos nesta sexta-feira (13), às 8h (de Brasília), por meio de sorteio.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos