Com golaço de Isco, Real não sente falta de CR7 e vence Roma na Champions

Do UOL, em São Paulo

Na mesma noite em que Cristiano Ronaldo foi expulso de um jogo da Juventus, o atual campeão Real Madrid venceu a Roma por 3 a 0, na estreia das duas equipes na Liga dos Campeões, e mostrou que consegue se virar sem seu famoso ex-jogador.

Vestindo a capa de responsabilidade que costumava ser atribuída ao português, Isco fez um golaço de falta no primeiro tempo e ilustrou bem a reconstrução do time merengue; afinal, Cristiano Ronaldo batia as faltas quando era o astro do Santiago Bernabéu.

Os outros dois gols foram feitos por Bale e Mariano Diaz. Enquanto a equipe italiana ocupa a lanterna da chave, o time merengue lidera o grupo G do principal torneio entre clubes do planeta. No entanto, qualquer avaliação de tabela seria prematura após a primeira rodada.

Em partida realizada simultaneamente, Viktoria Plzen e CSKA Moscou ficaram no empate por 2 a 2 na República Tcheca. Ou seja, os dois times dividem a segunda colocação com os mesmos números.

O melhor: Isco

Oscal del Pozo/AFP

Isco foi derrubado por De Rossi e deu ao Real uma falta na entrada da área. Ele próprio bateu de chapa, com perfeição, e abriu o placar com a tranquilidade de quem diz que a torcida não precisa ter saudade de Cristiano Ronaldo como cobrador. Será?

Só o tempo dirá quem vai ser o novo protagonista absoluto do Real Madrid, mas Isco se mostrou destemido em relação à Liga dos Campeões. Ainda antes de marcar, o jogador já havia levado perigo à meta da Roma ao cortar para o meio e finalizar de longe, mas Olsen caiu para fazer a defesa.

No início do segundo tempo, aos nove, Isco deu lindo passe para Modric. Como o croata surgiu veloz entre os zagueiros, não houve muito tempo de reação para escolher a conclusão ideal. Ele tentou empurrar para o gol com um carrinho, mas o goleiro estava atento.

O pior: Pellegrini

A descrição a seguir ilustra bem. Aos 35 do segundo tempo, Pellegrini caiu sozinho na área e pediu pênalti. O árbitro, Sergio Ramos e muitos torcedores presentes no Santiago Bernabéu gesticularam com as mãos para que ele se levantasse.

A desatenção do sistema defensivo da Roma era geral, de modo que outro atleta poderia ter sido apontado como destaque negativo. Mas Pellegrini quase fez gol contra pouco depois de entrar em campo, ao tentar recuar a bola para o goleiro Olsen. Por sorte, só cedeu escanteio.

Bale marca, mas perde chances

Juan Medina/Reuters

O galês esteve em todos os lados do ataque madridista, mas desperdiçou a chance de colocar o Real em vantagem mais cedo. Bem mais cedo, aliás: logo aos três minutos de jogo, Bale recebeu lançamento na cara do gol e finalizou com força à esquerda de Olsen.

Ele pareceu ainda mais desesperado na etapa final, ao carimbar o travessão após passe de Marcelo. Mas a redenção de Bale veio aos 12 do segundo tempo, depois de um lançamento excelente de Modric e um chute cruzado para a rede.

Mariano Diaz herda a camisa 7 com estilo

O Real Madrid parece focado no futuro e não fez grandes contratações na última janela de transferências. Nem mesmo para dar um novo dono de peso à camisa 7, que era vestida por Cristiano Ronaldo.

Mas Mariano Diaz, velho conhecido da torcida, herdou o número com estilo. Foi dele o terceiro e último gol da partida, aos 45 minutos do segundo tempo. O dominicano recebeu de Marcelo, cortou a marcação e chutou colocado no ângulo.

Navas tem boa atuação

Navas ou Courtois? Escolher o goleiro titular do Real é a ingrata e grata tarefa do técnico Julen Lopetegui. O costarriquenho voltou a se mostrar confiável nesta quarta, ao fazer boas defesas em chute de Under e no cabeceio de Dzeko.

FICHA TÉCNICA
REAL MADRID 3 X 0 ROMA

Data e hora: 19 de setembro de 2018, às 16h (de Brasília)
Local: Estádio Santiago Bernabéu, em Madri (Espanha)
Árbitro: Bjorn Kuipers (Holanda)
Auxiliares: Sander van Roekel e Erwin Zeinstra (ambos da Holanda)
Cartões amarelos: Sergio Ramos (Real Madrid); De Rossi, Dzeko (Roma)
Gols: Isco, aos 43 minutos do primeiro tempo, Bale, aos 12 do segundo, e Mariano Diaz, aos 45 (Real Madrid)

REAL MADRID: Navas; Carvajal, Sergio Ramos, Varane e Marcelo; Kroos, Casemiro e Modric (Ceballos); Bale (Mariano Diaz), Isco e Benzema (Asensio)
Técnico: Julen Lopetegui

ROMA: Olsen; Florenzi, Manolas, Fazio e Kolarov; Zaniolo (Pellegrini), De Rossi e Nzonzi (Schick); Cengiz Under, Dzeko e El Shaarawy (Perotti)
Técnico: Eusebio Di Francesco

UOL Cursos Online

Todos os cursos