Insigne faz no fim, e Napoli vence o Liverpool na Champions

Do UOL, em São Paulo

A partida entre Napoli e Liverpool estava empatada até os 44 minutos do segundo tempo. Foi quando Insigne fez para o Napoli e deu a vitória por 1 a 0 para os italianos, nesta quarta-feira (3), no Estádio San Paolo, em duelo da segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Com o triunfo do Napoli, a chave C fica toda embolada. Os italianos lideram com quatro pontos, um ponto a mais que o PSG, que é o segundo colocado depois de fazer 6 a 1 no Estrela Vermelha mais cedo nesta quarta. O Liverpool vem na sequência, também com três pontos, enquanto os sérvios ocupam a lanterna com um ponto ganho.

Os times voltam a campo pela Liga dos Campeões no dia 24 de outubro. O Napoli visita o PSG, enquanto o Liverpool joga em casa contra o Estrela Vermelha.

Quem foi bem: Insigne

REUTERS/Ciro De Luca
Insigne fez de carrinho o gol da vitória do Napoli

O atacante italiano criou no primeiro tempo, deu trabalho à zaga do Liverpool e foi premiado com o gol da vitória no fim do jogo. Aos 44 minutos, ele aproveitou cruzamento rasteiro de Callejón e garantiu o 1 a 0.

Quem foi mal: Salah

Filippo MONTEFORTE / AFP
Salah carrega a bola durante partida entre Liverpool e Napoli

Os visitantes mal assustaram o gol de Ospina em uma noite pouco inspirada do trio ofensivo formado por Salah, Firmino e Mané. Dos três, o egípcio foi o pior. Ele até deu um chute para fora, mas apareceu pouco no jogo e ainda perdeu bolas no ataque.

Alisson tem noite inspirada

REUTERS/Alberto Lingria
Alisson foi bem durante partida entre Liverpool e Napoli

É verdade que Alisson saiu de campo derrotado, mas o brasileiro fez importantes defesas ao longo dos 90 minutos. O goleiro não operou nenhum milagre, mas parou as finalizações do Napoli tanto no primeiro tempo quanto na etapa final. Só faltou evitar o chute de Insigne nos minutos finais.

Insigne dá trabalho ao Liverpool

O Napoli começou melhor e teve as duas primeiras boas chances de abrir o placar, ambas com Insigne. Primeiro, aos 10 minutos, ele bateu com perigo rente à trave esquerda de Alisson. Depois, arriscou de fora, mas mandou por cima.

Keita sai machucado no começo

Klopp precisou mexer no meio-campo do Liverpool ainda na primeira etapa. Aos 15, Keita caiu no gramado com dores nas costas, tentou continuar no jogo, mas não conseguiu e precisou ser substituído por Henderson.

Alisson evita gol de Milik

Os donos da casa seguiram melhores e só não marcaram graças a Alisson. Aos 32 minutos, o goleiro brasileiro apareceu para espalmar com uma das mãos após chute de Milik dentro da área.

Napoli recomeça em cima

Nada mudou no começo do segundo tempo, e o Napoli foi quem criou mais nos primeiros minutos da etapa final. Alisson trabalhou duas vezes em cinco minutos e defendeu chutes de Milik e Mário Rui.

Salah manda para fora

Na primeira boa chegada do Liverpool no segundo tempo, Salah recebeu na entrada da área, mas mandou para fora. Ospina caiu só para acompanhar a bola.

Gomez salva em cima da linha

Além das defesas de Alisson, Gomez também foi decisivo para o Liverpool. Aos 29 minutos, Callejón aproveitou cruzamento de Koulibaly e bateu cruzado. A bola passou pelo goleiro brasileiro, mas o defensor afastou em cima da linha.

Mertens manda no travessão

Os italianos continuaram pressionando e chegaram a acertar o travessão. Aos 36, Mário Rui cruzou da esquerda, Mertens se antecipou e desviou na entrada da pequena área, mas a bola explodiu no travessão.

Insigne garante vitória no fim

De tanto pressionar, os donos da casa foram premiados com a vitória. Aos 44 minutos, Callejón recebeu de Mertens e cruzou rasteiro para Insigne, que completou de carrinho para as redes.

FICHA TÉCNICA
NAPOLI 1 X 0 LIVERPOOL

Data e hora: 3 de outubro de 2018, às 16h (de Brasília)
Local: Estádio San Paolo, em Napoli (Itália)
Árbitro: Viktor Kassai (Hungria)
Auxiliares: Gyorgy Ring e Vecel Toth (ambos da Hungria)
Cartões amarelos: Koulibaly (Napoli) e Milner (Liverpool)
Gol: Insigne, aos 44 do 2º tempo

NAPOLI: Ospina; Maksimovic, Albiol, Koulibaly e Mário Rui; Allan, Hamisk (Zielinski) e Fabián (Verdi); Callejón, Milik (Mertens) e Insigne.
Técnico: Carlos Ancelotti

LIVERPOOL: Alisson; Alexander-Arnold, Gomez, Van Dijk e Robertson; Milner (Fabinho), Wijnaldum e Keita (Henderson); Salah, Firmino e Mané (Sturridge).
Técnico: Jurgen Klopp

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos