Topo

Esporte


Neymar faz golaço, PSG goleia Estrela Vermelha e se classifica em 1º

Do UOL, em São Paulo

2018-12-11T19:56:53

11/12/2018 19h56

O PSG entrou em campo nesta terça-feira (11) ainda sem estar garantido nas oitavas de final da Liga dos Campeões. Porém, a equipe francesa contou com um golaço de Neymar para vencer o Estrela Vermelha, fora de casa, por 4 a 1 e ainda garantiu a primeira colocação do grupo C - Cavani, Marquinhos e Mbappé marcaram os outros gols da equipe de Paris, enquanto Gobeljic descontou.

Com o resultado, o time francês chegou aos 11 pontos, enquanto o Liverpool venceu o Napoli no outro jogo da chave e se classificou em segundo com nove pontos. Os italianos também terminaram com nove, mas acabaram em terceiro pelo confronto direto. Já o Estrela Vermelha acabou na lanterna do grupo com quatro pontos.

Agora, PSG e Liverpool esperam o sorteio da Uefa para descobrir os adversários nas oitavas de final da Champions.

Quem foi bem: Neymar

AP Photo/Darko Vojinovic
Imagem: AP Photo/Darko Vojinovic

O camisa 10 foi decisivo na reta final do primeiro tempo com um golaço que aumentou a vantagem do PSG em campo. Com o gol, ele se tornou o maior artilheiro brasileiro desde o antigo formato da Champions. Além disso, evitou as provocações dos jogadores do Estrela Vermelha e acabou o jogo sem receber um cartão amarelo, o que significaria suspensão na próxima partida. Já na reta final, deu bela assistência para Mbappé.

Quem foi mal: Bernat

REUTERS/Marko Djurica
Imagem: REUTERS/Marko Djurica

O lateral-esquerdo não se destacou dentro de campo. Bernat chegou pouco ao ataque, errou passes, tomou um amarelo e ainda vacilou no gol do Estrela Vermelha. Ele acompanhou a bola e não voltou a tempo após cruzamento para cortar o chute de Gobeljic.

Cavani abre o placar

FRANCK FIFE / AFP
Imagem: FRANCK FIFE / AFP

O PSG precisou de nove minutos para abrir o placar. Mbappé arrancou pela esquerda, ganhou fácil da marcação e cruzou rasteiro para Cavani completar para o gol vazio. O Estrela Vermelha ficou reclamando de falta no início da jogada no meio de campo, mas a arbitragem mandou seguir.

Neymar deixa goleiro no chão e faz golaço

Neymar deu um chute perigoso no primeiro tempo, mas deixou o torcedor do PSG preocupado após levar uma dura do árbitro por se estranhar com Causic. O brasileiro está pendurado e, caso tomasse o amarelo, desfalcaria o PSG no primeiro jogo das oitavas de final. O camisa 10 tratou de tranquilizar a torcida com um golaço. Aos 38 minutos, ele recebeu de Mbappé na esquerda, cortou para dentro, carregou a bola e ainda fez o goleiro Borjan ficar sentado antes de bater com categoria.

PSG dorme no 2º tempo

Na volta para o segundo tempo, os visitantes se acomodaram com a vantagem de dois gols e viram o Estrela Vermelha pressionar. Depois de duas grandes chances, os donos da casa descontaram com Gobeljic. Aos 10 minutos, Thiago Silva raspou de cabeça após cruzamento na área, mas a bola sobrou para o lateral, que bateu colocado de primeira no canto esquerdo de Buffon.

Marquinhos e Mbappé fecham a conta

FRANCK FIFE / AFP
Imagem: FRANCK FIFE / AFP

Quando parecia que o empate do Estrela Vermelha era questão de tempo, o PSG marcou o terceiro com Marquinhos. Aos 28 minutos, Di María cobrou falta na área, e o brasileiro subiu para cabecear e deixar o dele. Já nos acréscimos, Mbappé recebeu passe de Neymar e fez o quarto.

FICHA TÉCNICA
ESTRELA VERMELHA 1 X 4 PSG

Data e hora: 11 de dezembro de 2018, às 18h (de Brasília)
Local: Estádio Rajko Mitic (Marakana), em Belgado (Sérvia)
Árbitro: William Collum (Escócia)
Auxiliares: David McGeachie e Graeme Stewart (Escócia)
Cartões amarelos: Gobeljic, Borjan e Pavkov (Estrela Vermelha); Bernat e Kehrer (PSG)
Gols: Cavani, aos 8 do 1º tempo, Neymar, aos 38 do 1º tempo, Gobeljic, aos 10 do 2º tempo, Marquinhos, aos 28 do 2º tempo, Mbappé, aos 46 do 2º tempo

ESTRELA VERMELHA: Borjan; Stojkovic, Gobeljic, Degenek e Rodic; Jovancic, Causic, Marin (Joveljic), Simic (Ebecilio) e Ben Nabouhane; Pavkov (Boakye).
Técnico: Vladan Milojevic

PSG: Buffon; Kehrer, Thiago Silva, Kimpembe e Bernat; Marquinhos, Verratti (Rabiot), Mbappé, Neymar e Di María (Draxler); Cavani.
Técnico: Thomas Tuchel
 

Mais Esporte