Na dele! Apresentado como meia, gringo aprova retorno à lateral do Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Sánchez Miño diz se sentir mais à vontade jogando pelas laterais do campo

    Sánchez Miño diz se sentir mais à vontade jogando pelas laterais do campo

Quando iniciou sua carreira profissional, ainda jogando pelo Boca Juniors, Sánchez Miño atuava na lateral-esquerda. Nas passagens pelo Torino e Estudiantes, o jogador também chegou a ser escalado para auxiliar nas armações das jogadas, e no Cruzeiro não foi diferente. Anunciado pelo presidente Gilvan como meio-campista, o argentino atuou em seis ocasiões no setor, das sete partidas já jogadas. No entanto, a escalação na lateral diante da Caldense vai se repetir nesta terça-feira, contra o Uberlândia, e Miño aprovou o retorno ao setor do campo que prefere atuar.

"Sinto-me muito cômodo, muito bem nessa posição e tratando de ajudar a equipe. Foi importante a chance que consegui nessa posição. Agora é fazer o melhor pela equipe", comentou o jogador.

Com as saídas de Mena e Pará no início da temporada, a lateral esquerda do Cruzeiro ficou na responsabilidade apenas de Fabrício, já que Miño ainda era escalado na faixa central do campo. No último jogo, o argentino deixou o brasileiro no banco e assumiu o posto pelos flancos, fortalecendo as subidas pelo setor, com Alisson e o conterrâneo Ariel Cabral.

"O Alisson é um jogador de muita qualidade. Para mim, jogar perto dele e do Ariel Cabral é uma sorte. São jogadores de qualidade, fica mais fácil jogar com eles. Eu tento entender o português e o Alisson o espanhol. A gente se comunica muito. Sinto-me bem com os dois".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos