Mano comemora primeiro título mineiro e início do Cruzeiro: "já pode votar"

Enrico Bruno e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Daniel Vorley/AGIF

    Título estadual com o Cruzeiro se junta ao bi do gaúcho (Grêmio) e paulista (Corinthians)

    Título estadual com o Cruzeiro se junta ao bi do gaúcho (Grêmio) e paulista (Corinthians)

Depois de bater na trave em 2017, Mano Menezes faturou o Campeonato Mineiro desta temporada. Neste domingo, o treinador viu o Cruzeiro vencer o Atlético-MG por 2 a 0, resultado que foi suficiente para garantir a hegemonia do estadual após três anos na seca. Campeão duas vezes com o Grêmio e uma com o Corinthians, Mano tem agora o título mineiro no currículo.

A taça veio como premiação à equipe que fez a melhor campanha na primeira fase e só perdeu uma partida em toda a competição. Não faltou a velha alfinetada ao rival para comemorar a taça inédita.

"Tivemos a cabeça no lugar, passamos por um rival difícil, vencemos por 2 a 0 e acabamos levando a melhor. O resto foi primeiro de abril e a gente sabe o que isso significa", comentou o técnico, se referindo à derrota por 3 a 1 na partida, no dia 1º de abril. Com os 2 a 0 da volta, o Cruzeiro fez uso do regulamento para levar vantagem e ficar com o título de 2018.

Com o primeiro título de 2018 já em mãos, o Cruzeiro vai agora em busca de recuperação na Copa Libertadores, competição que começou mal e só somou um ponto em seis disputados. Antes disso, a equipe estreia pelo Brasileirão no próximo sábado contra o Grêmio.

"Tem de ser grande para ser campeão, como eu disse e ser grande tem de passar por momentos difíceis, isso valoriza a conquista. Em um ano tão importante a gente já pode votar, pois já temos título", brincou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos