Brasil

Fred passa 24h em tratamento, mas frustra previsão de Tite para recuperação

André Mourão / MoWA Press
Fred é observado pelos fisioterapeutas Ricardo Sasaki (e) e Bruno Mazziotti (d) e pelo médico Rodrigo Lasmar (c) Imagem: André Mourão / MoWA Press

Danilo Lavieri, Dassler Marques, João Henrique Marques, Pedro Ivo Almeida e Ricardo Perrone

Do UOL, em Sochi (Rússia)

14/06/2018 17h00

Fred tem se esforçado ao máximo para voltar a ser opção de Tite na seleção brasileira. O tratamento tem sido intenso, com direito a sessões tarde da noite, mas ainda assim ele não atingiu o nível de recuperação suficiente para cumprir a projeção do treinador, que previa o volante trabalhando com bola ainda nesta semana.

Brasil estreia às 15h deste domingo; veja a tabela
Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
Super-heróis: Marcelo sofreu com 7 a 1 e ganhou peso

É improvável que ele esteja à disposição para a estreia do Brasil na Copa do Mundo, às 15h (de Brasília) deste domingo (17), contra a Suíça. O atleta pode até viajar para Rostov com o grupo na noite desta sexta e sentar no banco de reservas, mas não será chamado para ser um dos substitutos.

O agora jogador do Manchester United é o que mais frequenta o departamento médico, improvisado em uma suíte presidencial do resort que hospeda a delegação em Sochi, na Rússia. Na última quarta-feira, inclusive, foi no período da noite passar por tratamento nas macas do local.

Fred já completou sete dias sem treinar com o grupo e em alguns momentos ainda apresenta dificuldade para andar. Nos últimos dois dias, depois de fazer trabalho isolado em um campo anexo, ele recorreu a uma proteção no tornozelo direito, região que recebeu a pancada de Casemiro durante treino em Londres, no último dia 7.

O seu corte, no entanto, está descartado. Tite adota a rara estratégia de gerir as lesões a longo prazo em uma Copa do Mundo, mesmo com a competição sendo disputada em apenas 32 dias. Se mudasse de ideia, o comandante teria que tomar essa decisão até 24 horas antes da estreia, como prevê o regulamento da Fifa.

O detalhe é que a filosofia de manter jogadores em recuperação precisa ser aplicada a dois atletas que brigam por espaços semelhantes em campo. Além de Fred, Renato Augusto também chegou a correr risco de ser cortado por conta de uma inflamação no joelho. Com isso, para o setor, Fernandinho é o único reserva que apresenta 100% das condições de jogo.

Para a partida contra a Suíça, esses problemas do departamento médico não devem afetar Tite. O comandante já mostrou na última quinta que escalará a equipe no 4-1-4-1, com o “quarteto ofensivo” formado por Willian, Neymar, Philippe Coutinho e Gabriel Jesus. Casemiro e Paulinho completam o meio-campo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Brasil

Topo