Copa 2018

Angústia, vergonha, papelão: como a imprensa reagiu à derrota da Argentina

Reprodução
Em sua versão online, jornal argentino Olé fez trocadilho com nome de goleiro após falha: 'Cavaleiros da agonia' Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

21/06/2018 17h30

A imprensa internacional reagiu com preocupação à derrota da Argentina para a Croácia por 3 a 0 nesta quinta-feira, em jogo pela segunda rodada do Grupo D da Copa do Mundo de 2018. Em comum, o discurso - especialmente entre os jornais argentinos - apontou a seleção de Jorge Sampaoli perto de uma eliminação precoce no torneio. Expressões como "catástrofe", "vergonha", "papelão" e "beira do abismo" foram comuns.

Clique aqui e veja os melhores momentos da vitória croata
Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

O Olé, principal jornal esportivo da Argentina, fez um trocadilho com o nome do goleiro Willy Caballero: “Cavaleiros da angústia”. “A Argentina se parte em pedaços após o erro do goleiro e perde por 3 a 0 para a Croácia; um papelão que a deixa à beira da eliminação”, analisa.

O jornal Clarín, por sua vez, classificou o resultado como “catástrofe”: “(Argentina) foi goleada por 3 a 0 e não teve respostas em nenhum momento da partida; um erro gravíssimo do arqueiro Caballero foi o começo do pesadelo”, descreveu a publicação.

Já o La Nación deixou o goleiro em segundo plano e colocou pressão sobre a equipe: “Argentina passou vergonha com a Croácia e colocou em xeque seu futuro na Copa do Mundo”.

O diário El Dia também chamou de “vergonha” a derrota por 3 a 0 para a Croácia: “Argentina, sem jogo, sem alma e à beira do abismo”, manchetou o site da publicação.

A ameaça à vaga nas oitavas de final também foi o tom do La Capital: “Argentina perde por 3 a 0 para a Croácia; um erro grosseiro do goleiro terminou com um golaço de Rebic que complica a classificação”, avaliou.

O La Gaceta disse que a Argentina “foi uma sombra, perdeu por 3 a 0 para a Croácia e ficou à beira da eliminação”. O Crónica chamou o resultado de “papelão mundial”, enquanto o Diário Popular também afirma que a derrota deixa a Argentina “à beira da eliminação”.

Entre croatas, euforia até em espanhol

24 Sata/Reprodução
Jornal croata 24 Sata fez até manchete em espanhol para comemorar vitória sobre a Argentina Imagem: 24 Sata/Reprodução

A versão online do jornal croata 24 Sata arriscou até uma manchete em espanhol para comemorar: “Adiós, Leo Messi! Croácia esmaga a Argentina em pedaços”.

O Vecernji List, por sua vez, foi mais comedido: “Croácia quebrou a Argentina e garantiu vaga nas oitavas de final”.

Espanha e Inglaterra vêem Argentina em risco

Na Espanha, a imprensa viu Lionel Messi e companhia em perigo. O jornal Sport, de Barcelona, classificou a Argentina como “um drama eterno”, enquanto seu concorrente Mundo Deportivo resumiu: “Croácia deixa a Argentina à beira do abismo”.

O AS, de Madri, diz que a Argentina “está em ruínas” após a derrota. O Marca, por sua vez, diz que “uma falha de Caballero e dois gols de Modric e Rakitic deixam a Argentina quase fora”.

Entre os ingleses, mais preocupação com a Argentina do que euforia com os croatas. “Rebic abre caminho para deixar a Argentina perto de saída prematura”, destaca o The Guardian. O Daily Mail, de uma linha mais popular, diz: “Argentina perto de eliminação chocante após falha de Caballero ajudar Croácia a vencer”.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo