Alemanha

Reus fala sobre possível sorteio para definir classificado: "seria bizarro"

REUTERS/Axel Schmidt
Marco Reus, durante entrevista coletiva da seleção alemã Imagem: REUTERS/Axel Schmidt

Do UOL, em São Paulo

25/06/2018 08h11

Depois de vencer a Suécia de virada por 2 a 1 no último sábado (23), a Alemanha encara a Coreia do Sul na próxima quarta-feira, às 11h (de Brasília), na Arena Kazan, e pode até ter que definir a vaga nas oitavas de final em sorteio dependendo do resultado do outro jogo do Grupo  F, entre México e Suécia. A situação “seria bizarra”, de acordo com o meia Marco Reus.

Simule resultados da última rodada e quem vai às oitavas
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

Os mexicanos lideram a chave com seis pontos e avançam em primeiro com uma vitória simples por 1 a 0 contra os suecos. Se isso acontecer e a Alemanha perder também por 1 a 0 para a Coreia, o segundo classificado pode ser definido por sorteio.

Nesta situação, as três seleções ficariam empatadas com três pontos, mesmo saldo de gols, gols marcados e gols sofridos. Desta forma, o próximo critério de desempate é o número de cartões amarelos e vermelhos. Caso as equipes continuem empatadas, a decisão vai mesmo para a loteria.

“Não queremos deixar ir tão longe. Temos que fazer nosso dever, que é vencer a Coreia do Sul. Melhor se não for por 1 a 0, talvez por mais gols. Mas se você sentar na TV e no final ver tudo empatado, seria bizarro”, afirmou neste segunda-feira (25). Porém, a Alemanha só depende se si para se classificar. Basta vencer os sul-coreanos por pelo menos dois gols de diferença.

“A Coreia do Sul tem jogadores muito rápidos no ataque. Nós o assistimos no hotel. Eles têm qualidade, mas estou convencido de que, se tivermos a mesma energia e paixão que tivemos contra a Suécia, será difícil para eles”, disse.

Autor do primeiro gol dos alemães contra a Suécia, Reus comparou a vitória no fim (com gol de Kroos nos acréscimos) com o milagre do Borussia Dortmund na Liga dos Campeões 2013-14. Nas quartas de final do torneio, a equipe do meia perdia para o Málaga por 2 a 1 até os acréscimos do segundo tempo, mas marcou dois gols nos minutos finais, venceu por 3 a 2 e avançou à semifinal.

“Pareceu um pouco como os gols contra o Málaga, mas talvez não muito, porque naquela vez precisávamos de dois gols. Mesmo assim, é algo especial para a Alemanha”, falou.

Outro a manter o tom de superação contra os suecos foi Timo Werner. “O final do jogo foi muito emocionante. Para ser honesto, eu não acreditava muito na virada quando sofri a falta (que resultou no gol de Kroos)”, declarou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Alemanha

Topo