Copa 2018

Fim da euforia: queridinhas, torcidas de Peru e Islândia deixam a Copa 2018

Kai Pfaffenbach/Reuters
Marcada pelas 'palmas vikings', torcida islandesa deixa a Copa 2018 sem repetir feito de 2016 Imagem: Kai Pfaffenbach/Reuters

Do UOL, em São Paulo

26/06/2018 21h00

Duas das torcidas mais emblemáticas da fase de grupos da Copa do Mundo de 2018 deram adeus nesta terça-feira à competição. No Grupo C, eliminado por antecipação, o Peru se despediu com vitória diante da Austrália; no Grupo D, a Islândia não repetiu a boa campanha da Euro 2016 e também caiu.

Simule resultados da última rodada e quem vai às oitavas
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

A seleção peruana foi eliminada após duas derrotas nos dois primeiros jogos: 1 a 0 para a Dinamarca e 1 a 0 para a França. Ainda assim, frente aos australianos, venceu por 2 a 0, graças aos gols marcados por André Carrillo e Paolo Guerrero.

O resultado é um pequeno prêmio para a empolgação da torcida do Peru com o Mundial. Em levantamento divulgado pela Fifa em abril, o país era o oitavo da lista dos que mais compravam ingressos para o torneio, atrás de Rússia, EUA, Brasil, Colômbia, Alemanha, México e Argentina. Marcados pela festa nas cidades russas, os peruanos se despediram chorando – não apenas pelo adeus, mas também pela emoção dos gols.

DirecTV Sports/Reprodução
Peruano foi às lágrimas após primeiro gol da seleção de seu país na Copa do Mundo de 2018 Imagem: DirecTV Sports/Reprodução

A Islândia não ficou muito atrás. Em fevereiro, segundo a Fifa, quase 53 mil torcedores islandeses haviam tentado comprar ingressos para a Copa 2018 – ou seja, um em cada seis habitantes do país. A expectativa era repetir a campanha da Eurocopa 2016, quando o país caiu nas quartas de final.

Mas nem a expectativa pelas palmas vikings, comemoração conjunta entre torcedores e jogadores após os jogos, serviu para levar a Islândia às oitavas de final. Diante da Croácia na terceira rodada do Grupo D, os europeus perderam por 2 a 1, graças aos gols de Milan Badelj e Ivan Perisic no segundo tempo – Gylfi Sigurdsson ainda diminuiu de pênalti.

Desta forma, a Islândia se despede da Copa 2018 com a lanterna do Grupo D, com um ponto em três jogos. De quebra, os placares das duas chaves definiram mais dois confrontos das oitavas de final: a França (líder do Grupo C) encara a Argentina (vice-líder do Grupo D), enquanto a Dinamarca (vice-líder do Grupo C) mede forças com a Croácia (líder do Grupo D).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo