Topo

Argentina

  • Athletico CAP
  • Atlético-MG AMG
  • Avaí AVA
  • Bahia BAH
  • Botafogo BOT
  • Ceará CEA
  • Corinthians COR
  • Coritiba CBA
  • Chapecoense CHA
  • Cruzeiro CRU
  • CSA CSA
  • Flamengo FLA
  • Fluminense FLU
  • Fortaleza FOR
  • Goiás GOI
  • Grêmio GRE
  • Internacional INT
  • Palmeiras PAL
  • Santos SAN
  • São Paulo SAO
  • Sport SPO
  • Vasco VAS

Sampaoli exalta rebeldia de jogadores: "vitória da autoconfiança"

Dmitri Lovetsky/AP
O técnico Jorge Sampaoli comemora gol da Argentina contra a Nigéria Imagem: Dmitri Lovetsky/AP

Do UOL, em São Paulo

26/06/2018 18h32

Jorge Sampaoli exaltou o grupo de jogadores após a vitória da Argentina por 2 a 1 sobre a Nigéria, garantindo a classificação da seleção às oitavas de final da Copa do Mundo. Após uma semana conturbada, o técnico destacou a atitude do elenco durante a partida.

- Assista aos gols de Nigéria 1 x 2 Argentina
Simule resultados da última rodada e quem vai às oitavas
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

"Os jogadores jogaram com o coração, com muita rebeldia, em um momento muito difícil. Acho que levaram um trunfo e a possibilidade de enfrentar o que vier pela frente. Isso foi a virada que nós precisávamos para o futuro", disse em entrevista coletiva.

Sampaoli também falou sobre a confiança que o resultado positivo e a classificação podem trazer ao time. "É uma vitória da autoconfiança e da convicção dos jogadores, que sabem que tem um traço de categoria importante que precisa ser mostrado na Copa, como já foi mostrado por outras seleções. Mostraram que podem se impor frente a um rival difícil", explicou.

Sobre a partida, o treinador viu um primeiro tempo melhor da Argentina, mas que o time perdeu o controle emocional após o gol da seleção nigeriana. "Fizemos uma primeira etapa em que fomos superiores a Nigéria, controlamos muito bem e dominamos a bola. Mas as coisas se complicaram um pouco em função do pênalti, ficamos nervosos com a chance de ficar fora da Copa, mas a alegria chegou no final", falou.

Mais Argentina