Topo

Copa 2018


Marco Aurélio Cunha lamenta declaração de Osorio: "Futebol é para todos"

EMMANUEL DUNAND/AFP
Irritado com Neymar, Osorio (foto) disse que "futebol é para homens" Imagem: EMMANUEL DUNAND/AFP

Do UOL, em São Paulo

2018-07-03T00:36:08

03/07/2018 00h36

Coordenador de seleções femininas da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Aurélio Cunha lamentou a declaração de Juan Carlos Osorio, técnico do México, que disse nesta segunda-feira (2) que “futebol é para homens”

- Assista aos gols de Brasil 2 x 0 México
Brasil se torna maior goleador das Copas após vencer México
Simule os resultados e veja como ficam as quartas de final 
Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil

“É uma pena que o Osorio discrimine e não pense que o futebol é de todos. Aqui está um representante do futebol feminino. Temos trabalhado muito para que o futebol feminino cresça e se desenvolva”, afirmou o dirigente, em participação no programa “Debate Final”, do “Fox Sports”.

Osorio disse a frase ao criticar o que considerou uma simulação exagerada do atacante da seleção brasileira Neymar no duelo contra os mexicanos pelas oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia.

Marco Aurélio Cunha acredita que o ex-treinador do São Paulo, clube pelo qual passou várias vezes como dirigente (mas não quando o colombiano estava lá), deu a declaração no calor do momento da derrota por 2 a 0 que eliminou o México do Mundial. Mas isso não serve de desculpa.

“O Osorio estava de cabeça quente. Eu conheço bem o trabalho dele, é uma pessoa muito boa. Quando a pessoa sonha demais e o sonho vai por terra, a pessoa coloca culpa em quem não tem ou busca achar culpado. O Osorio merece o nosso perdão, mas ele que reflita mais sobre isso de futebol é para homens. Futebol é para todos e eu faço questão de dizer isso aqui”, concluiu Marco Aurélio.

Mais Copa 2018