Topo

Suécia

  • Athletico CAP
  • Atlético-MG AMG
  • Avaí AVA
  • Bahia BAH
  • Botafogo BOT
  • Ceará CEA
  • Corinthians COR
  • Coritiba CBA
  • Chapecoense CHA
  • Cruzeiro CRU
  • CSA CSA
  • Flamengo FLA
  • Fluminense FLU
  • Fortaleza FOR
  • Goiás GOI
  • Grêmio GRE
  • Internacional INT
  • Palmeiras PAL
  • Santos SAN
  • São Paulo SAO
  • Sport SPO
  • Vasco VAS

Suécia lidera quesito que mostra solidez defensiva nesta Copa

Matthias Hangst - 27.jun.2018/Getty Images
Augustinsson comemora com Toivonen o 1º gol da Suécia contra o México Imagem: Matthias Hangst - 27.jun.2018/Getty Images

2018-06-30T08:12:10

30/06/2018 08h12

Na busca por dias melhores no cenário mundial, a Suécia já provou que pode continuar surpreendendo nesta Copa do Mundo. Após obter a vaga nas oitavas como líder do Grupo F, à frente da campeã Alemanha, que não se classificou, a seleção escandinava tem mostrado solidez defensiva.

- Veja a tabela completa, as datas e as chaves das oitavas de final
- Simule os resultados e veja como ficam as quartas de final
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador do Brasil

Um quesito que prova a boa fase é o de rebatidas: até aqui, a Suécia lidera o quesito no Mundial, com 125. O número mostra que não é simples penetrar na boa defesa composta por Victor Lindelöf e o capitão Andreas Granqvist, autor de dois gols.

Além deles, o lateral-esquerdo Ludwig Augustinsson é outro jogador que vem se destacando em um sistema de defesa que só levou dois gols até aqui, sendo um de cobrança de falta direta de Kroos, na derrota por 2 a 1 para a Alemanha, na segunda rodada.

Ainda sem saber se encararia Brasil, Suíça ou Sérvia, logo após marcar na vitória por 3 a 0 sobre o México, Augustinsson elogiou o time do treinador Jan Andersson.

"Talvez não esperávamos avançar como líderes do grupo, como fizemos. Então podemos não pegar o Brasil, que tem um time muito forte. Mas não importa. Já mostramos que tudo é possível. Se for o Brasil, vai ser o Brasil. Vamos estar 100% preparados", afirmou o lateral, eleito o melhor em campo.

A adversária será a Suíça, que ficou em segundo lugar no Grupo E. O duelo pelas oitavas de final será às 11h (Brasília) de terça-feira (3 de julho), em São Petersburgo. O treinador sueco, no entanto, pede cautela. "Eu não vou sentar aqui e me vangloriar de ter vencido uma partida ou me gabar de uma vitória. Nós não queremos agitar muito o cenário", disse.

"BOLA PRO MATO!"

As rebatidas da defesa da Suécia (segundo o Footstats):

Contra a Coreia do Sul (1x0) - 28
Contra a Alemanha (1x2) - 48
Contra o México (3x0) - 49

Mais Suécia