UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

Agente bloqueia receita de Felipe Anderson e Santos vê salários ameaçados

Stu Forster/Getty Images
Felipe Anderson no West Ham Imagem: Stu Forster/Getty Images
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo

24/10/2018 04h00

O empresário Giuliano Bertolucci teve sucesso na Justiça e conseguiu penhorar até R$ 8,2 milhões do que o Santos tem a receber pela venda de Felipe Anderson da Lazio (ITA) para o West Ham (ING). Para tentar desbloquear o valor, o alvinegro argumenta que precisa da quantia para pagar regularmente seus salários, e diz que o sustento de seus funcionários pode acabar prejudicado pela medida.

Em documentos apresentados em outro processo judicial, o Santos afirma que deve receber entre R$ 12 e R$ 17 milhões pela transação – com isso, a penhora do agente pode corresponder a mais da metade. A dívida com Bertolucci surgiu de um empréstimo feito pelo agente ainda na gestão do ex-presidente Modesto Roma Júnior. (Por Pedro Lopes)

Má fase ameaça paz política no São Paulo

Mesmo quando já começava a tropeçar no Campeonato Brasileiro, o São Paulo se orgulhava de ter seu conselho deliberativo em paz. Uma calmaria que não era vista há tempos, mas que agora é desafiada pela queda brusca de desempenho do time. Enquanto os resultados eram positivos e o Tricolor liderava o Brasileirão, até os conselheiros de oposição mais ferrenhos andavam retraídos. O discurso de todos os lados falava em seguir com as críticas, mas entender que era hora de apoiar o São Paulo. Agora, velhas reclamações já começam a ressurgir.

Mais UOL de Primeira

Topo