Topo

Futebol


Em venda de Neymar, Santos receberá mais R$ 23 milhões do Barça por envolver 'revelações'

EFE/Toni Albir
Transferência do atacante Neymar ao Barcelona, da Espanha, ganha mais um episódio Imagem: EFE/Toni Albir

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

2013-07-12T06:00:00

12/07/2013 06h00

O Santos confirma oficialmente que recebeu 17 milhões de euros (cerca de R$ 49 milhões) para negociar o atacante Neymar para o Barcelona, da Espanha. No entanto, o UOL Esporte apurou que o clube embolsará mais 8 milhões de euros (aproximadamente R$ 23 milhões) na transação. Isso porque na venda do ex-astro santista ficou acordado que o clube espanhol pagará o valor para adquirir a preferência de compra de mais três atletas revelados nas categorias de base do alvinegro praiano.

Dirigentes de Santos e Barcelona definiram que Gabriel Barbosa, 16 anos, que era conhecido nas categorias de base do clube como Gabigol, e o atacante Giva, uma das revelações santistas que se destacou no primeiro semestre deste ano, foram escolhidos para fazer parte da negociação.

Mais um jogador será escolhido, porém, o terceiro nome ainda não está definido. O clube espanhol já manifestou o desejo em dois atletas para fechar a relação: Victor Andrade e Léo Cittadini.

"O contrato de transferência do Neymar para o Barcelona é de 17,1 milhões de euros (cerca de R$ 49,8 milhões). O Santos fez outros acordos para amistosos e para esse convênio. A transferência não está vinculada", afirmou Odílio Rodrigues quando explicou sobre o acordo envolvendo os jovens talentos na semana passada.

"Se alguém oferecer 30 milhões de euros, precisarei ligar para o Barcelona. São três jogadores, entre eles o Gabriel e o Giva. Esses estão definidos. Só deixamos claro que eles não têm direito a percentual e que esse acordo não garante nada", completou. O UOL tentou na última quinta-feira, sem sucesso, contato com a diretoria santista para saber sobre os valores envolvidos no negócio

O montante da operação que culminou na transferência de Neymar ao Barça ainda pode gerar, além dos R$ 23 milhões, mais 4,5 milhões de euros (R$ 13 milhões) ao Santos. O valor será pago ao clube brasileiro caso o amistoso pré-agendado com o Barcelona, da Espanha, que acontecerá no Brasil sem data prevista, não aconteça por dois motivos – desistência do clube catalão ou por proibição da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), devido à falta de espaço no calendário do futebol brasileiro.

O amistoso entre os clubes no próximo dia 2, em Barcelona, pelo Troféu Joan Gramper, já está confirmado. Entretanto, o Santos não receberá nada pelo jogo na Espanha, já que ficou acordado em contrato que cada clube ficará a renda total da partida como mandante.

O Santos confirma que recebeu 17 milhões de euros (cerca de R$ 49 milhões) por Neymar, mas terá direito somente a 9 milhões de euros (aproximadamente R$ 26 milhões), pois teve que repassar do montante 40% a DIS, braço esportivo do Grupo Sonda, e 5% a Teisa, grupo de investidores formados por conselheiros influentes no clube, que detinham porcentagem dos direitos econômicos do atleta.

Mais Futebol