Seleção da Fifa vê Neymar 'forte' e soma Suarez na disputa como o melhor

João Henrique Marques

Do UOL, em Zurique

A missão é dura: destronar Cristiano Ronaldo e Messi. Mas para os jogadores eleitos para a seleção de 2015 da Fifa, Neymar já está consolidado como a principal ameaça. O outro jogador mais citado foi o companheiro de Barcelona, Luis Suárez.

Suárez ficou com o quinto posto em 2015, ainda atrás do polonês Robert Lewandowski, do Bayern de Munique. Mas para 2016, o uruguaio já foi colocado como futuro presente na cerimônia de melhor jogador do mundo.
 
"O Neymar chegou na festa para ficar. Ainda temos outros bons jogadores. Acho, por exemplo, que com o nível demonstrado pelo Suárez, ele será uma ameaça", disse Thiago Silva, zagueiro eleito para o time do ano da Fifa.
 
"Claro que penso em estar na premiação, e acho capaz. Mas a safra de novos jogadores mostra um Neymar forte. O nível que o Suárez atingiu também o torna merecedor. Preciso evoluir mais para competir com eles", destacou o francês Pogba.
 
"Veja como é complicado chegar ao prêmio de melhor do mundo: acaba a cerimônia e todo mundo lembra o nome de vários jogadores que faltaram. Acho que aqui o Suárez cabe sim, muito bem. O (Karim) Benzema (atacante do Real Madrid) também tem poder ofensivo e deve ser lembrado. A Eurocopa sendo na França pode ajudar", destacou o brasileiro Marcelo.
 
Antes da cerimônia, o ganhador do prêmio Messi destacou a possibilidade de Neymar ganhar o prêmio. Horas depois, quando a Fifa divulgou a lista da eleição, o nome de Suárez apareceu como o voto do argentino ao prêmio de melhor jogador do mundo: Neymar foi colocado em segundo e o espanhol Iniesta em terceiro.
 
Já Neymar colocou Suárez como o segundo melhor do mundo – Messi em primeiro e Rakitic em terceiro. Outro jogador de destaque que já elegeu Suárez como um dos melhor do mundo foi o sueco Zlatan Ibrahimovic, do PSG, que colocou o uruguaio como o número dois, somente atrás de Messi – Neymar ficou em terceiro.
 
"O que todo mundo quer saber é quem será o responsável por tirar o Messi do trono. Isso é comum. Mas antes é necessário o próprio Messi cair muito. Na realidade ainda não vejo isso acontecendo", opinou Daniel Alves.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos