Fred recua e cogita conversa com Levir. Técnico acredita em entendimento

Bernardo Gentile e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Ricardo Ayres/Photocamera

    Fred pode recuar em briga com Levir após posicionamento da torcida do Fluminense

    Fred pode recuar em briga com Levir após posicionamento da torcida do Fluminense

Tão logo a bola rolou para Fluminense x Volta Redonda neste domingo, a torcida do Tricolor se manifestou sobre a polêmica entre Fred e Levir Culpi. Com menos de um minuto de jogo, o público presente nas arquibancadas do Estádio da Cidadania gritou o nome do treinador e cantou "Ei, você aí... avisa lá pro Fred que quem manda é o Levir". Tal movimento pode causar uma reviravolta na briga entre as partes nos bastidores.

Após dizer ao presidente Peter Siemsen, em reunião no último sábado, que não atuaria mais sob o comando do atual treinador, o atacante foi surpreendido pelo reação da torcida neste domingo e já cogita recuar no confronto e conversar com Levir Culpi por um entendimento.

Pessoas próximas ao jogador confirmaram à reportagem a intenção de Fred. O jogador agora decide se realmente terá a conversa e quando faria isso. A ideia inicial é que o papo ocorresse pessoalmente.

O estafe de Fred entende que seria muito difícil interromper o plano que o jogador tem de encerrar sua carreira nas Laranjeiras. "Não queremos desistir disso", disse uma das pessoas ligadas diretamente ao atacante.

Levir aposta em diálogo
Antes do jogo, Levir foi duro ao comentar o caso com Fred, mas deixou aberta a chance de um entendimento. "Não tive a oportunidade de falar com o Fred pessoalmente. Nunca tive problema pessoal. (...) Estamos abertos [ao diálogo]", comentou o treinador.

"Eu quero ouvir dele essa situação, até para poder colocar a vocês publicamente. Fiquei triste, sim. Para mim, é difícil para imaginar que ele esteja magoado. Ainda não entendi o que aconteceu. Não quero me defender e nem atacar. Ele sabe que pode me procurar e conversar. Penso que tudo pode melhorar. Prefiro esperar. Quero falar com ele. Neste momento, ele já tem 32 anos. Eu, 63. Acho que ele deveria me procurar.", emendou Levir, em entrevista coletiva após o jogo.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos