Novela sem fim: Adriano adia novamente retorno aos EUA e tem futuro incerto

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

A novela envolvendo o futuro de Adriano parece não ter fim. Após adiar duas vezes seu retorno aos Estados Unidos, o Imperador deu novo prazo para voltar a Miami e continuar seu compromisso com o Miami United FC: quinta-feira.

Inicialmente, o jogador, que voltou ao Brasil alegando problemas particulares, informou que regressaria a Miami na última sexta-feira (6), o que não ocorreu. Informou aos dirigentes americanos que faria isso na segunda (9) e, depois, adiou para terça (10). Sem cumprir nenhum dos prazos anteriores, prometeu agora a volta para o dia 12.

Tanto impasse incomodou os cartolas do Miami, que já trabalham com a considerável hipótese de saída do Imperador.

Segundo pessoas ouvidas pela reportagem, Adriano parou de responder os contatos dos americanos no último sábado (7) e gerou toda incerteza sobre seu futuro.

Ainda assim, o Miami disponibilizou um jatinho no Rio de Janeiro - de propriedade de um dos investidores do clube - para que o atleta não tivesse problemas em sua viagem.

De acordo com a assessoria de imprensa do atleta, que confirmou o novo prazo de retorno, Adriano seguirá no Miami United, bem como participará do amistoso de sábado (14) contra o Las Vegas City – que terá a presença de Ronaldinho Gaúcho. A assessoria ainda explicou que o retorno ainda não ocorreu porque o jogador ainda não conseguiu resolver toda a "papelada" burocrática que veio pegar no Brasil.

No final da tarde, Adriano se pronunciou através de nota e minimizou toda a polêmica. "Minha volta foi adiada por conta de uma documentação que não saiu. Estou feliz no Miami United e quero, junto com eles, levar o time para a elite do futebol americano", disse o Imperador.

Na mesma nota, o presidente do Miami United, Roberto Sacca, também se esquivou dos problemas e disse acreditar na solução. "Estamos muito felizes e orgulhosos de Adriano no time do Miami. Estamos fazendo juntos um projeto muito legal e vamos continuar. Sabemos que ele foi ao Brasil para resolver problema pessoais e que vai estar presente no dia da partida contra o Las Vegas. Despois do evento Adriano vai seguir com a gente em Miami para conseguirmos o título nacional com Miami United", afirmou o dirigente.

Ainda assim, para pessoas envolvidas no impasse, o amistoso contra o Las Vegas City pode ser o último do Imperador pela equipe americana. E Adriano só não desistiu de jogar o amistoso por conta da alta multa que teria que pagar em caso de ausência.

A polêmica viagem ao Brasil aconteceu justamente em um momento que Adriano se mostra completamente incomodado com o início de trajetória no futebol dos Estados Unidos.

A inesperada derrota por 5 a 0 para o Miami Fusion – principal rival do United – incomodou o Imperador. E não foi o único motivo que tirou Adriano do sério. O jogador também se irritou com problemas fora do campo e não aceitou bem o fato de o time ter amargado sete desfalques na estreia por conta de problemas na documentação dos atletas.

Em contato com pessoas próximas, Adriano criticou o que chamou de "amadorismo" dos dirigentes do novo clube e disse que cobraria satisfações. A irritação era maior pela presença maciça da mídia local e estrangeira. Para o jogador, faltou comprometimento dos envolvidos e isso manchou seu esperado retorno.

Adriano ainda se incomodou com a distância da família, que ainda não foi para os Estados Unidos, da namorada, que não conseguiu visto para entrar no país, e com o excesso de mídia no entorno de sua aguardada volta aos gramados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos