Porto se cala, mas já sabe o que quer com os zagueiros Maicon e Felipe

Bruno Thadeu e Vanderlei Lima

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Washington Alves

    Clube português não planeja contar com Maicon e prefere apostar em corintiano Felipe

    Clube português não planeja contar com Maicon e prefere apostar em corintiano Felipe

O Porto aguarda a chegada de um novo técnico, mas já definiu o que quer com relação aos zagueiros Maicon e Felipe. O primeiro está emprestado ao São Paulo e não voltará para o clube, enquanto o corintiano é esperado pelo Porto esse mês. Pelo menos é o que asseguraram ao UOL Esporte dois jornalistas portugueses que cobrem o clube.

Maicon não retornará por questão disciplinar. Sua volta é rejeitada por parte da diretoria do Porto. O novo treinador (Nuno Espírito Santo deve ser o escolhido) será avisado de que Maicon não será reintegrado, a menos que o técnico insista (e muito) no seu retorno.

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Jornalista português crava acerto de Felipe com o Porto

A negativa em reaver Maicon não significa que o São Paulo terá facilidade para ampliar o vínculo.

"O Maicon seguramente vai sair do Porto, o Porto quer mesmo vender e acertar tudo com ele. Existe a possibilidade de ele ficar no São Paulo, mas só se pagarem uma quantia elevada. E mesmo que o São Paulo ofereça uma grande quantia, o Porto quer esperar para vender por mais para um clube europeu, até porque o Maicon já tem passaporte português, tem dupla cidadania e poderá jogar em outro clube europeu sem ocupar a vaga de estrangeiro", disse Carlos Gouveia, jornalista do jornal "O Jogo".

"Eu não acredito que o São Paulo tenha, 6, 7 milhões de euros (R$ 24,1 a 28,1 milhões) para pagar", complementou.

O jornalista português cravou que o corintiano Felipe se acertou com o Porto e que a assinatura ocorrerá em junho. O interesse em Felipe mesmo sem o pedido do novo técnico é uma demonstração de que a diretoria dá como encerrada a passagem de Maicon pelo time.

Procurada pela reportagem, a assessoria de comunicação do Porto não respondeu às chamadas.

O São Paulo tem pressa para firmar um novo contrato por empréstimo ou mesmo para aquisição em definitivo. Mas o Porto segue caminho oposto: quer analisar cuidadosamente cada proposta que surgir quando o período de transações abrir (julho e agosto).

Falhas e postura de Maicon revoltaram diretoria do Porto

No início de fevereiro, Maicon foi crucificado por parte da imprensa e torcida do Porto por dois erros que resultaram na derrota por 2 a 1 para o Arouca. A diretoria reprovou a conduta de Maicon, que alegou lesão logo depois da falha no segundo gol e acabou deixando o campo antes mesmo de o substituto entrar.

"Eu tenho muitas dúvidas de que o Maicon retorne ao Porto por causa de todos esses incidentes. Além disso, o Porto tem outros zagueiros no plano. O Porto está apenas esperando o novo treinador para definir o que vai fazer com o Maicon", disse Rui Costa Viegas, repórter da Rádio Renascença de Portugal.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos