"Eduardo não sai da Ponte", diz vice sobre suposto interesse do Corinthians

Vanderlei Lima

Do UOL, em São Paulo

  • PontePress/ThiagoToledo

    Eduardo Baptista completa o décimo jogo pela Ponte Preta nesta quarta

    Eduardo Baptista completa o décimo jogo pela Ponte Preta nesta quarta

Com a saída de Tite para a seleção brasileira, o Corinthians já começa a se mexer para procurar um substituto para o cargo de treinador. Entre os nomes mais cotados estão os de Abel Braga, ex-Internacional e atualmente sem clube, e Eduardo Baptista, hoje na Ponte Preta. Mas no que depender da diretoria do clube campineiro, Baptista não deixará o comando da equipe.

Pelo menos é o que garante o vice-presidente da Ponte Preta, Giovanni Dimarzio, em entrevista exclusiva ao UOL Esporte.

"Zero [chance de Eduardo Baptista sair], não trabalhamos com esta possibilidade, esquece, o Eduardo não sai da Ponte Preta. Não fomos procurados e espero que o Corinthians não se envolva com isso aí porque ele está na Ponte, está empregado e é treinador da Ponte Preta", disse o dirigente, que diz ainda não ter sido procurado por Eduardo Baptista para uma eventual conversa sobre propostas.

"O Eduardo não nos procurou e não falou nada, ele não vai sair da Ponte Preta, não é do perfil do Eduardo Baptista, nós confiamos 100% nele, na pessoa, no caráter, e nós temos certeza que ele não faria isso conosco, até porque nós trouxemos o Eduardo numa situação de realmente confiar nele. O Gallo vinha fazendo um bom trabalho e mesmo assim nós optamos pela troca de comando, então nós temos certeza que o Eduardo está feliz aqui", acrescentou.

Giovanni ainda falou sobre a boa relação de Eduardo tanto com os jogadores como com a diretoria, e disse esperar que o Corinthians não procure a Ponte Preta.

"O relacionamento de toda a diretoria com ele é muito bom, com os atletas é muito bom, então eu tenho certeza que ele não sairia neste momento. Eu espero que o Corinthians não o procure, mas se procurar ele não vai sair, não. A gente não pode impedir o Corinthians de procurar o Eduardo Baptista, mas é um treinador que está empregado. A Ponte Preta não procuraria treinador empregado, então a gente espera que os outros times tenham a mesma atitude", completou.

A Ponte Preta entra em campo às 19h30 (de Brasília) desta quarta-feira para encarar o Atlético-PR, no Moisés Lucarelli, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos