Empresário diz que Yaya Touré foi humilhado e faz desafio a Guardiola

Do UOL, em São Paulo

  • Reuters / Bobby Yip

O empresário do meio-campista Yayá Touré, Dimitri Seluk, voltou a atacar o técnico Josep Guardiola por deixar o jogador fora da lista do Manchester City para a Liga dos Campeões. Depois de dizer que Touré optou por ficar no clube apesar da situação, Seluk disse em entrevista ao jornal britânico "Daily Mirror" que o treinador humilhou o marfinense e propôs um desafio.

"Se ele ganhar a Liga dos Campeões com o City nesta temporada então eu viajarei para a Inglaterra e direi na televisão que é o Pep Guardiola é o melhor treinador do mundo", disse o empresário, antes de desafiar Guardiola.

"Mas se o City não vencer a Liga os Campeões, então eu espero que Pep tenha 'colhões' de dizer que ele estava errado em humilhar um grande jogador como Yaya", disse.

A polêmica entre Guardiola e Yayá Touré teve início na última sexta-feira, quando o marfinense foi excluído da lista de inscritos do City para a Liga dos Campeões. O jogador já não estava sendo aproveitado pelo técnico na temporada.

Porém, a relação entre os dois já era conturbada há anos. "Guardiola não confiava em mim. Sempre que falávamos, ele me deixava sem resposta e era pouco claro nas justificativas para me deixar fora da equipe", chegou a afirmar à rádio catalã ONA FM após dois anos de banco de reservas sob comando do técnico.

Touré tinha 25 anos na época e perdeu espaço para Sergio Busquets. Agora, aos 33, tem concorrência de Fernandinho, Gundogan e Fabian Delph, e só terá chances de atuar em competições domésticas como o Campeonato Inglês, a FA Cup e a Copa da Liga.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos