Lucas Lima quer fatia em direitos e 'cláusula de Gabigol' para renovar

Pedro A. Lopes e Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Rivaldo Gomes/Folhapress

    Meia Lucas Lima ganhará cerca de R$ 350 mil caso aceite renovar contrato até 2020

    Meia Lucas Lima ganhará cerca de R$ 350 mil caso aceite renovar contrato até 2020

O meia Lucas Lima iniciou as negociações para renovar contrato com o Santos até o fim de 2020. O vínculo atual do jogador termina em dezembro de 2017. O UOL Esporte apurou que, para estender o contrato, o camisa 10 pediu parte dos direitos econômicos que pertencem a Doyen Sports.

O grupo de investidores maltês é detentor da "fatia" maior dos direitos de Lucas Lima (80%), enquanto a Khodor Soccer e o Santos dividem o restante (10% cada um).

Além disso, Lucas Lima e Santos "costuram" uma cláusula contratual semelhante a que levou Gabigol recentemente para a Internazionale, da Itália. A cláusula obrigaria o clube paulista a liberar o meia da seleção brasileira por 15 milhões de euros (R$ 54,6 milhões) em caso de propostas do futebol europeu. No caso de Gabriel, o alvinegro praiano era obrigado a liberá-lo em caso de propostas acima de 18 milhões de euros (R$ 65 milhões). 

Salários e valores de luvas – dinheiro que seria como um bônus, um pagamento feito por fora do contrato e dos salários para ele – também já são discutidos entre as partes. Mas vale ressaltar que as conversas estão bem no início.

No entanto, Lucas Lima deve obter o status de maior salário do elenco santista. Caso aceite a renovação, o meia deverá receber em torno de R$ 350 mil por mês.

O Santos usa "jogo de cintura" para manter Lucas Lima. Além de negociar com Wagner Ribeiro, o clube paulista também conversa com Edson Khodor. Ele ainda é o representante de Lucas Lima judicialmente, pois tem contrato com o atleta até dezembro de 2018.

Lucas Lima decidiu iniciar o processo de renovação com o Santos após ficar sem propostas na última janela de transferências europeia.

A única tentativa de um clube europeu em contratar Lucas Lima neste ano ocorreu através do Crystal Palace, que disputa a primeira divisão do Campeonato Inglês.

No entanto, a equipe inglesa ofereceu uma proposta bem modesta para ficar com o jogador da seleção brasileira por uma temporada. O Crystal Palace propôs pagar o total da multa após o primeiro ano e, mesmo assim, somente se o meia fosse bem.

A conversa com o Crystal Palace ocorreu com os representantes de Lucas Lima, que descartaram a proposta e aguardam uma oferta maior do futebol europeu. Ao Santos só chegou uma espécie de 'carta de intenção'.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos