Itália goleia seleção 'café com leite' e segue na cola da líder Espanha

Do UOL, em São Paulo

  • Twitter/Azzurri

    Seleção da Itália comemora gol sobre Liechtenstein em jogo das eliminatórias

    Seleção da Itália comemora gol sobre Liechtenstein em jogo das eliminatórias

Oito da Espanha, quatro da Itália. Este é o número de gols sofridos pela frágil seleção de Liechtenstein em apenas dois jogos das eliminatórias europeias para a Copa do Mundo 2018. Neste sábado, em casa, o time sofreu a sua quarta derrota em quatro jogos ao ser batido pela Azzurra, que fez quatro ainda no primeiro tempo e bateu os donos da casa por 4 a 0.

Com o resultado, a Itália continua na vice-liderança do grupo G, empatado em pontos com a Espanha, que também fez a sua parte e bateu Macedônia. Ambas as seleção somam dez pontos e têm três vitórias, mas a Fúria leva vantagem no saldo de gols (14 a 7).

A Itália agora volta a jogar pelas eliminatórias apenas em 2017. Pela quinta rodada, recebe a Albânia no dia 23 de março. Mas já nesta terça-feira, dia 15, a Azzurra volta a campo para um amistoso contra a Alemanha, atual campeã do mundo. O jogo acontece em Milão.

Era questão de tempo...

Twitter/Azzurri
Em menos de dez minutos, a Itália já havia perdido dois gols diante do frágil Liechtenstein. Mas logo a 'porteira abriu'. Aos 10min, após escanteio, Romagnoli desviou de cabeça e Belotti completou. No lance seguinte, Bonaventura lançou, Belotti ajeitou e Immobile, com frieza, tirou do goleiro e marcou mais um. 2 a 0, e viriam mais: dois, ainda na etapa inicial. Candreva, aproveitando cruzamento rasteiro da esquerda, e Belotti, ajeitando com a canhota e fuzilando o pobre goleiro Jehle, que apesar dos quatro gols sofridos vinha fazendo uma boa partida.

Quatro vira... E só

Com quatro gols em 43 minutos de jogo, a expectativa era que a Itália ampliasse a vantagem no segundo tempo e construísse uma goleada pelo menos semelhante à feita pela Espanha, que na primeira rodada do grupo G fez 8 a 0 em Liechtenstein, em casa. Mas não foi o que aconteceu. A Itália 'tirou o pé do acelerador' e estacionou no placar do primeiro tempo.

Que bonito!

Com a falha no sistema de som, os torcedores da Itália cantaram o hino do país a plenos pulmões e proporcionaram uma linda cena no estádio Rheinpark Stadion. Segundos depois, o problema foi corrigido e o hino foi executado. E mais uma vez os torcedores deram show.

Irlanda assume liderança. Croácia vence na volta de Modric

A Irlanda é a nova líder do grupo D. Com uma vitória por 1 a 0 sobre a Áustria, fora de casa, a seleção alcançou os dez pontos e 'roubou' o primeiro lugar da Sérvia, que empatou por 1 a 1 com País de Gales, de Gareth Bale – autor do único gol de seu país, terceiro colocado com seis.

Recuperado de uma artroscopia realizada no início de outubro, Modric voltou à Croácia. Desfalque nos últimos dois jogos de sua seleção, o meio-campista do Real Madrid começou o jogo no banco e entrou no intervalo. Mas quem brilhou mesmo foi Marcelo Brozovic, meia da Inter de Milão, responsável pelos dois gols da vitória por 2 a 0 sobre a Islândia. Com o resultado, a Croácia mantém a liderança do grupo I, agora com dez pontos, a dois da vice-líder Ucrânia.

Outros resultados:

Áustria 0 x 1 Irlanda
Geórgia 1 x 1 Moldova
Croácia 2 x 0 Islândia
Turquia 2 x 0 Kosovo
País de Gales 1 x 1 Sérvia
Albânia 0 x 3 Israel
Ucrânia 1 x 0 Finlândia

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos