Vitória diz que ainda tenta manter Marinho: "Só sai se pagarem a multa"

Marcello De Vico

Do UOL, em Santos (SP)

  • R. Santin/Vitória

    Sinval Vieira, diretor de futebol, disse que as negociações continuam

    Sinval Vieira, diretor de futebol, disse que as negociações continuam

O pronunciamento de Marinho na manhã desta quinta-feira parecia ser o capítulo final da novela que já se arrasta desde o ano passado. Mas não foi. Depois de o atacante declarar em coletiva à imprensa que está de saída da Toca do Leão por conta de uma 'proposta surreal' do exterior, o Vitória publicou uma nota oficial dizendo que o clube ainda tenta segurar o atacante.

O Vitória exige o pagamento da multa contratual de Marinho, que é de 5 milhões de euros (quase 17 milhões de reais). De acordo com Sinval Vieira, o time chinês (não divulgado) ainda não chegou a um acordo com o clube rubro-negro pelo jogador.

"Não pagaram [a multa] e não chegamos a um acordo. Ele [Marinho] anunciou [a saída], isso foi ele, mas o Vitória ainda não resolveu... Se não pagar o valor equivalente que está no contrato... A proposta ainda é inferior. Tem que chegar ao valor que está previsto na cláusula", disse o dirigente rubro-negro ao UOL Esporte.

Em nota, o Vitória esclarece que a negociação ainda não foi finalizada e que a diretoria ainda apresenta uma nova proposta por Marinho. "Se ele não aceitar a proposta, terão que pagar por isso. O que for possível, a direção do Vitória fará. Se não for aceita, Marinho sai com o valor previsto. É impossível ele sair sem esse valor", disse o dirigente em coletiva após o pronunciamento de Marinho.

Veja a nota do Vitória na íntegra:

A batalha de manter Marinho no Vitória ainda não terminou. O nosso atacante pediu que fizesse um pronunciamento para imprensa nesta quinta-feira (5), no próprio Barradão, e o pedido foi imediatamente atendido pelo clube, que aguardava um retorno do jogador. No entanto, apesar do tom de despedida de Marinho, a diretoria do Leão esclarece que a negociação ainda não foi finalizada. Inclusive, o diretor de futebol, Sinval Vieira, está apresentando uma nova proposta para manter Di Marinho na Toca, neste momento. Sinval e o nosso presidente, Ivã de Almeida, estão reunidos com o atleta e seu procurador na sala da presidência para continuar a negociação.

"A vontade do Vitória é pela permanência do Marinho. Se ele não aceitar a proposta, terão que pagar por isso. O que for possível, a direção do Vitória fará. Se não for aceita, Marinho sai com o valor previsto. Acho impossível ele sair sem aquele valor estipulado em multa. Apenas 50% do valor é do Vitória. Vamos nos reunir agora. A gente sabe o quanto é difícil. O Vitória é grato a Marinho, mas a gente não pode esquecer de defender os interesses do clube. A multa terá que ser paga no valor previsto por contrato. Não podemos, mesmo por gratidão a Marinho ou reivindicações dele, ceder. É impossível ele sair sem esse valor", assegurou Sinval, que fez questão de se pronunciar, logo após o jogador falar à imprensa.

Além dos pontos que o seduzem no exterior, Marinho mencionou também para os jornalistas que não esqueceu a confiança que o Leão depositou nele, ao longo do ano. "O que eu fiz aqui no Vitória ficou marcado e a minha história não acaba aqui. É um clube que está no meu coração pela oportunidade dada. É muito bom ter este carinho da torcida e do clube", assegura Marinho. Apesar da especulação de que um clube chinês teria dado uma proposta para Marinho, o Vitória esclarece que nenhum time procurou, oficialmente, o rubro-negro baiano. A proposta apresentada foi intermediada pelo procurador Jorge Machado.

Quer receber notícias do seu time de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos