Criticado, Ganso fecha 1º semestre europeu com um gol e atrás de Pato

Do UOL, em São Paulo

  • Aitor Alcalde Colomer/Getty Images

    Brasileiro Ganso ainda não embalou com a camisa do Sevilla no futebol europeu

    Brasileiro Ganso ainda não embalou com a camisa do Sevilla no futebol europeu

Duramente criticado pela imprensa de Sevilha ao longo da semana, depois da derrota de seu time para o Real Madrid, Paulo Henrique Ganso fecha seu primeiro semestre na Europa de forma discreta. Até aqui, o meia acumula poucos minutos em campo, além de um gol e uma assistência. Entre os brasileiros da Espanha, fica atrás na comparação com Alexandre Pato, por exemplo, que atravessa bom momento com a camisa do Villarreal - e que também chegou ao país na janela de transferências do verão europeu.   

"O ritmo de Ganso impede o time de competir contra um rival tão exigente como o Real Madrid", disparou o Diário de Sevilha após a derrota do time do brasileiro por 3 a 0 nesta semana, em jogo válido pela Copa do Rei da Espanha. 

"É inegável que o brasileiro tem vontade, por isso ninguém interprete esta análise como uma falta de respeito. Mas a crua realidade é que ele não divide nenhuma bola e ainda observa as jogadas passivamente do meio-campo, por exemplo. Sim, ele tem capacidade de fazer uma jogada diferente para que os 'neutros' elogiem sua magia, mas, de forma geral, é como jogar com um a menos em campo", completou a análise da imprensa espanhola.

Até o momento, Ganso tem 12 jogos pelo Sevilla, sendo oito como titular. Ao todo, o ex-jogador do São Paulo tem 643 minutos em campo pela equipe espanhola. Com o mesmo período no país, Pato apresenta 20 partidas (16 como titular), com 1.317 minutos, uma assistência e seis gols.

Passe de calcanhar foi instante único de brilho

Depois de começar a temporada apenas como opção no banco de reservas, Ganso aos poucos começou a ser mais utilizado pelo argentino Jorge Sampoli, técnico do Sevilla. O único instante de destaque do brasileiro até aqui aconteceu na vitória sobre o Alavés por 2 a 1 em outubro, pelo Campeonato Espanhol. Paulo Henrique entrou no decorrer da partida e ofereceu um belo passe de calcanhar para o primeiro gol, de Ben Yedder [no vídeo acima].

Já o primeiro gol de Ganso no futebol europeu saiu nos dias finais de dezembro. O brasileiro marcou um na vitória por 9 a 1 sobre o Formentera, time da 3ª Divisão espanhola, em confronto da Copa do Rei.

Incentivo do compatriota Mariano

Em entrevista ao UOL Esporte em novembro, o lateral Mariano falou sobre a temporada da estreia de Ganso no futebol europeu. O lateral direito brasileiro é titular absoluto do Sevilla e goza de prestígio com o técnico Jorge Sampaoli.

 "Aqui na Europa a maneira de trabalhar é outra, de se relacionar com os treinadores. Tem que ter paciência e tranquilidade. Trabalhar forte que as coisas acontecem. Ele está bem aqui. Pelo que a gente conversa, dá para ver que ele está contente. Tem muito a dar. Logo ele vai estar atuando como titular também", comentou Mariano.

 "Chegou com uma fama muito grande. Todos conhecem eles, conhecem suas qualidades. Chegou com status grande. Foi a compra que o Sevilla mais buscou que desse certo", acrescentou o lateral.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos