Empresário diz que suspeito de ser "gato" sumiu e que Paulista é vítima

Bruno Freitas e Vanderlei Lima

Do UOL, em São Paulo

Acusado de adulterar a idade e utilizar documentos falsos para jogar a Copa São Paulo, Brendon Matheus sumiu. O jogador não se reapresentou ao Paulista nesta segunda-feira (23), em Jundiaí, e de acordo com seu empresário, o ex-atacante Alberto, não tem respondido às tentativas de contato por parte do agente e do clube paulista. O clube e Alberto já registraram, inclusive, um Boletim de Ocorrência na delegacia em Jundiaí para comunicar o desaparecimento do atleta. No BO, eles explicam a denúncia de falsidade ideológica contra o atleta, além de registrar que não conseguem contato com Brendon desde o início da manhã de hoje. 

"A apresentação estava marcada. Ele não se apresentou no Paulista e está incomunicável. Não tenho contato com ele. Eu estou surpreso como os atletas e amigos meus estão surpresos. A cidade está surpresa, todos estão perplexos com a situação e estamos procurando solucionar. Tem que ter uma verdade aí, custe o que custar a gente quer a verdade". 

Reprodução
Boletim de ocorrência sobre desaparecimento de Brendon Matheus

Alberto, responsável por levar o jogador ao Paulista, explicou como conheceu Brendon. "Ele chegou com o primo para fazer uma avaliação no Nacional-SP, aí ele passou por um período de avaliação. Depois do período de avaliação, ele ficou conosco e foi evoluindo. Ele tinha muita deficiência técnica a gente entendia que pela idade era normal, porque ele não tinha passado por muitos clubes de base e aí ele foi evoluindo, evoluindo...Tanto é que o projeto, eu levei todo mundo pra lá, inclusive o treinador também o Humberto, que está no Paulista, eu levei pra lá. E agora imagina a surpresa pra gente, ele está há um ano com a gente. Agora, eu não posso afirmar que ele sumiu porque ele pode estar correndo atrás de documentação de advogados, enfim, alguma coisa que a gente não sabe. Ele está incomunicável eu não consegui falar com ele e nem com o primo".

Reprodução
B.O de desaparecimento de jogador do Paulista

Alberto admite que, após as denúncias, a história contada pelo jovem atleta, no mínimo, causa estranheza. "Olha, no mínimo (é estranho), né? Porque surge comentários agora, novidades agora, mas não tem como a gente estar afirmando nada. É só uma situação de perplexidade neste momento, mediante da dificuldade financeira do menino. A gente sabe que ele poderia não ter crédito pro celular, mas a apresentação aqui ele não veio e sumir desse jeito aqui em Jundiaí...Ele não está na casa dele. Ontem eu consegui falar com o primo dele e hoje já não consegui mais".

Mais cedo, em entrevista à Fox Sports, Alberto já havia dito que o Paulista e ele próprio são vítimas nesta história. "O Paulista e eu não temos a ver com isso. Jamais queria me indisponibilizar (sic) por causa de uma coisa dessa...Vamos averiguar. Ele disse que não tinha problema e agora...A página [dele] do Facebook com outro nome. Ontem, falando com o primo, eu disse: 'você é primo, você sabe o nome dele".

"O Paulista reuniu a documentação que chegou. É vítima como eu sou, no caso de comprovação. A cidade inteira acompanhou o clube em vários jogos. E agora, na semifinal contra o Batatais, é que vem a denúncia", completou. 

O Paulista também se manifestou nesta segunda-feira. Em nota oficial assinada pelo presidente José Verdugo Diaz, o clube disse aguardar o fim das investigações, mas afirmou que é vítima caso seja comprovada a irregularidade. Em uma reunião realizada nesta tarde de segunda-feira, a Federação Paulista de Futebol eliminou o clube de Jundiaí e confirmou o Batatais como rival do Corinthians na final da Copinha.


Confira o comunicado do Paulista:

Tomamos da mesma perplexidade a nossos milhares de torcedores, fomos surpreendidos pelas notícias relacionadas à eventual irregularidade na documentação do atleta Brendon Matheus de Araújo Lima.

Após recebermos, na tarde de sábado (21/01/2017), cópia do ofício encaminhado à Federação Paulista de Futebol pela presidência do Batatais Futebol Clube, naquele momento tomamos todas as providências possíveis, para averiguação das informações nele contidas.

Analisando a documentação e tomando o depoimento do atleta diante de Diretores, Funcionários e do próprio Treinador, o mesmo ratificou a veracidade da documentação, protestando inocência, motivo pelo qual é, à míngua de outras provas, foi o mesmo escalado para a partida semifinal, após contato com a Federação Paulista de Futebol.

Importante ser frisado que o referido atleta disputou o Campeonato Paulista sub-20 de 2016 por outra equipe, no caso o Nacional EC, tendo vindo da referida agremiação para o Paulista FC.

Assim, caso as investigações sejam comprovadas, somos vítimas e de nenhum modo partícipes desta eventual fraude e nos colocamos à disposição da Federação Paulista de Futebol para esclarecimentos e revelação rigorosa da verdade.

O Paulista FC, clube centenário do Futebol Nacional, afirma que sempre e em todo momento agiu na mais estrita boa fé, não tendo nenhuma participação na possível confecção de eventuais falsificações.

Respeitosamente,

José "Pepe" Verdugo Diaz - Presidente do clube.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos