Mulher de Defederico vai se mudar para o Equador após ameaças de morte

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Defederico e Cinthia Fernández

    Defederico e Cinthia Fernández

A mulher do meia-atacante Matías Defederico, Cinthia Fernández, vai se mudar para o Equador com as três filhas do casal após receber ameaças de morte na Argentina. O jogador atualmente defende a equipe equatoriana Universidad Católica.

A informação foi divulgada no programa "Confrontados", do Canal 9 argentino, no qual Cinthia trabalha. A família passará a viver junta em Quito, capital do Equador, depois de torcedores do Independiente mandarem mensagens de texto ameaçadoras para Defederico, que cobra salários não pagos do clube de Buenos Aires na Justiça.

Na semana passada, o jogador publicou em seu Twitter a mensagem que recebeu. "Você processa o clube que te deu de comer, filho da p... Tomara que você morra incapacitado. Você veio roubar o Independiente e nos jogou para a segunda divisão", dizia parte do texto, que também ofendia e ameaçava a esposa e as filhas do atleta.

Defederico defendeu o Independiente entre 2011 e 2012, logo após deixar o Corinthians, período no qual a equipe de Avellaneda foi rebaixada à segunda divisão do Campeonato Argentino.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos