Polícia alemã encontra carta perto de explosões e diz que não descarta nada

Do UOL, em São Paulo

A polícia alemã revelou, em entrevista nesta terça-feira (11), que encontrou, no local da ocorrência, uma carta assumindo a autoria pelo suposto ataque contra o ônibus do Borussia Dortmund. O conteúdo do documento, que ainda está tendo autenticidade verificada, não foi revelado. As autoridades disseram que não descartam nenhuma possibilidade - o que envolve também um atentado terrorista.

Mais cedo, quando saía do hotel em que estava hospedado em Dortmund e se dirigia ao Westfalenstadion, estádio que receberia confronto da equipe contra o Monaco, pelas quartas de final da Liga dos Campeões, o elenco do Borussia Dortmund foi alvo de três explosões, que resultaram no estouro de janelas do ônibus e em ferimentos para o zagueiro espanhol Marc Bartra.

As autoridades rapidamente se dirigiram ao local e uma investigação foi aberta. "Uma carta foi encontrada no local [das explosões], mas, por razões táticas, não podemos dar mais informações", contou o promotor Sandra Lücke na entrevista. 

"A autenticidade da carta está sob revisão", acrescentou. "A carta assume responsabilidade pelo ato, mas não posso dizer nada além disso".

As autoridades fizeram questão de dizer, mais de uma vez, que não há possibilidade descartada, mas que também não exporiam nenhum cenário sem confirmação. "Não queremos dar um tiro rápido para o mundo". 

Carsten Linhoff/dpa via AP

A polícia local afirma que não há evidência sobre o tipo de detonação e avalia que os explosivos estavam escondidos em um estacionamento. Com um drone, foi verificado se havia outro explosivo na área da ocorrência, que está bloqueada.

Por causa das explosões e dos ferimentos de Bartra, as partes envolvidas no jogo, em conjunto com a força policial, decidiram adiar a partida marcada para as 15h45 desta terça-feira para as 13h45 de quarta (12). Na entrevista, a polícia de Dortmund prometeu "segurança reforçada".

"Estamos preparando para amanhã uma operação de grande escala para garantir a segurança de todos", assegurou. 

O zagueiro Bartra, único ferido, precisou ser submetido a uma cirurgia no punho, quebrado no incidente. De acordo com a emissora alemão DW, a situação do zagueiro mudou de "leve lesão" para "uma lesão séria"

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos