Ex-jogadores holandeses denunciam abuso infantil quando menores de idade

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Twitter

    PSV Eindhoven e Vitesse eram os clubs dos dois ex-atletas

    PSV Eindhoven e Vitesse eram os clubs dos dois ex-atletas

Depois do escândalo de abusos sexuais de atletas menores de idade no futebol inglês, denúncias semelhantes surgiram nesta semana na Holanda. O jornal "De Volkskrant" publicou neste sábado (6) que dois ex-jogadores do PSV e do Vitesse disseram que foram abusados por membros dos clubes nos anos 1960 e 1990, quando tinham menos de 18 anos.

O caso mais antigo ocorreu no PSV, na década de 60. O responsável pela denúncia anônima tinha oito anos na ocasião. Segundo o relato, o ex-atleta era abusado com frequência após os treinos em um bosque próximo ao clube. Ele informou ao clube sobre o ocorrido no passado e que outros indivíduos podem ter sofrido do mesmo mal.

No Vitesse, o ex-jogador não optou pelo anonimato. Renald Majoor disse que foi abusado em 1996, quando tinha 12 anos. O responsável pelo caso foi o treinador da equipe. O Vitesse soube do ocorreu e demitiu o abusador, que foi condenado a seis semanas de prisão. O incidente não veio a público, no entanto, na época. O ex-atleta acabou se aposentando aos 18 anos, traumatizado pelo que ele sofreu.

Os diretores atuais de PSV e Vitesse pediram desculpas às vítimas de abusos e insistiram que outros ex-jogadores informassem a ocorrência de incidentes semelhantes.

A Real Federação de Futebol da Holanda (KNVB) também reiterou o pedido dos clubes, clamando por novas denúncias de ex-atletas. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos