Vinicius Jr. supervalorizado? Meia do Botafogo diz: "Não trabalho na bolsa"

Do UOL, no Rio de Janeiro

A polêmica levantada pelo atacante Roger, do Botafogo, antes do duelo com o Flamengo, aqueceu o clássico em Volta Redonda (RJ), terminado em 0 a 0. Na ocasião, o jogador classificou Guerrero como "supervalorizado". Após o jogo, a pergunta se estendeu ao volante alvinegro Bruno Silva, mas só que para avaliar Vinicius Júnior, a joia rubro-negra de 16 anos que já foi vendida para o Real Madrid.

Ao contrário de seu companheiro de clube, Silva preferiu não colocou fogo no assunto. "Meu negócio não é analisar se ele é supervalorizado ou não. Meu negócio é jogar futebol", declarou à Rádio Globo.

O volante botafoguense fez elogios ao garoto e classificou sua atuação como boa no clássico. Bruno Silva, porém, ressaltou a eficiência da marcação da equipe alvinegra.

"É um menino que tem futuro. Não foi à toa que chegou aonde chegou. Entrar em um jogo assim, corrido, acho que ele foi bem. Nossa equipe soube anular quando ele foi para cima. É um garoto que tem futuro, mas ficou no zero a zero", avaliou. Na avaliação do técnico Zé Ricardo, Vinícius Júnior já demonstra evolução no profissional:

"Teria sido uma partida perfeita se ele tivesse feito o gol [chutou uma bola no travessão]. Ele está cada vez mais maduro, cada vez mais próximo do que a gente espera dele nessa primeira etapa dele no profissional. Com o tempo ele só tem a se desenvolver, e nossa equipe vai ganhar bastante porque é de uma qualidade incrível. A gente precisa disso, principalmente contra defesas muito fechadas, como foi hoje a do Botafogo".

Vinicius Júnior foi vendido ao Real Madrid por cerca de R$ 166 milhões. A princípio, ele só se apresenta ao clube espanhol em julho de 2019.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos