Ex-diretor do Real cita Vinicius Jr. para dizer que Kaká podia custar menos

Do UOL, em São Paulo

  • AP Photo/John Raoux

    Kaká comemora gol marcado pelo Orlando City, clube que defende hoje

    Kaká comemora gol marcado pelo Orlando City, clube que defende hoje

Diretor esportivo do Real Madrid entre 2000 e 2004 e diretor geral do clube entre 2009 e 2011, Jorge Valdano afirmou que Kaká poderia ter vestido a camisa da equipe muito antes e por um preço muito menor, comparando sua situação à de Vinicius Júnior. No entanto, o presidente Florentino Pérez não queria comprar uma promessa e esperou que o brasileiro se tornasse um astro para investir em sua contratação.

"No ano de 2002, quando o Real Madrid comemorava o centenário, fizemos um jogo de grandes figuras do mundo contra o Real Madrid. Tive a ideia de convidar Kaká. Veio e fez vinte minutos finais fantásticos. Ao fim da partida, falei com Florentino e disse 'aqui temos um jogador que neste momento vale 12 milhões de euros (R$ 44,6 milhões, na cotação atual) e que dentro de quatro anos nos custará 60 (R$ 223,2 milhões, na cotação atual)'. A resposta de Florentino para mim foi inesquecível: 'Não se preocupe, Jorge. Vamos esperar que valha 60'", disse Valdano, em entrevista à rádio espanhola "Onda Cero".

Kaká foi comprado pelo Real Madrid por 65 milhões de euros (R$ 241,2 milhões, na cotação atual) em 2009. Na época, se tornou a oitava contratação mais cara da história do futebol mundial.

Neste ano, o clube espanhol assegurou a contratação de Vinicius Júnior, jovem promessa do Flamengo, por 45 milhões de euros (cerca de R$ 167,4 milhões). Para Valdano, o que mudou nestes 15 anos não foi o presidente do Real Madrid, e sim o mercado.

"Agora é muito difícil que um clube possa esperar um talento amadurecer ao ponto de se tornar Bola de Ouro e, em seguida, comprá-lo de quem quiser só porque você é o Real Madrid. Agora você tem que começar antes, porque se qualquer clube da Premier League tenha acesso a um grande talento é difícil conseguir tirá-lo de lá mais tarde. Você tem que pensar no futuro e comprar a preço de realidade jogadores que ainda são promessas", opinou o ex-jogador argentino.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos