Moisés mira retorno na Libertadores, mas evita estipular prazo no Palmeiras

Do UOL, em Sâo Paulo

  • Cesar Greco/Ag. Palmeiras

    Meio-campista mira jogo contra Barcelona (EQU), mas admite temor por bate-volta no DM

    Meio-campista mira jogo contra Barcelona (EQU), mas admite temor por bate-volta no DM

O volante Moisés está em fase final de recuperação física, mas ainda não tem prazo para voltar a defender o Palmeiras.

Titular do time de Cuca na temporada 2016, o meio-campista passou por uma cirurgia em 22 de fevereiro. Três dias antes, rompeu ligamentos do joelho esquerdo em partida diante do Linense no Campeonato Paulista. O prazo de recuperação era de seis meses.

Nesta quinta-feira, em entrevista à ESPN Brasil, o próprio Moisés admitiu que está prestes a retornar aos gramados. No entanto, diante da incerteza de sua condição física, ainda evita estipular uma data.

"Não tem como cravar uma data exata, mas gostaria já estar de volta em agosto. Gostaria de estar de volta na Libertadores, mas é uma chance remota", explicou Moisés, em referência aos jogo do Palmeiras contra o Barcelona (EQU) pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América. Os dois times se enfrentam em 9 de agosto no Allianz Parque.

O jogador já tem feito fortalecimento muscular, mas pede calma para o retorno. "Vamos fazer o máximo para voltar o quanto antes, mas da melhor forma. Quero voltar fisicamente forte, muito bem. Não quero fazer bate-volta para o departamento médico, que seria muito pior", explica.

O meio-campista ainda reconheceu o mau momento da equipe – o Palmeiras vem de três derrotas seguidas, contra Barcelona (EQU), Cruzeiro e Corinthians. Em sexto lugar no Campeonato Brasileiro, a 16 pontos do líder Corinthians (35 a 19), Moisés reconhece que a missão de repetir o título nacional de 2016 pela equipe alviverde é uma tarefa complicada.

No entanto, para ele, o foco no momento é outro: voltar a jogar bem. "Acho que a gente tem que procurar voltar a jogar o bom futebol e conquistar resultados", disse Moisés, indo além.

"Claro que (o título brasileiro) ficou muito distante, a gente não pode ser hipócrita de dizer. O Corinthians já está bem na frente, e os adversários começam a se distanciar. A gente tem que começar a ganhar e recuperar a confiança. O Campeonato Brasileiro fugiu um pouco do nosso controle, mas a Copa do Brasil e a Libertadores dependem de nós", completou.

O Palmeiras enfrenta o Cruzeiro pelas quartas de final da Copa do Brasil em 26 de julho. No jogo de ia, em São Paulo, as duas equipes empataram em 3 a 3.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos