'Nunca fui movido por dinheiro. Vim pelo desafio', diz Neymar

Do UOL, em São Paulo

Neymar chega ao PSG sendo a contratação mais cara da história. O PSG pagou 222 milhões de euros (R$ 821 milhões) pela quebra de contrato com o Barcelona. O novo reforço do time francês disse em entrevista coletiva, nesta sexta-feira, em Paris, que não se transferiu apenas pelo dinheiro. O projeto montado pelo PSG foi determinante para a decisão.

"Vocês não sabem exatamente o que acontece na minha vida. Nunca foi movido por dinheiro, mas por felicidade. Sempre pensando na minha família. Só tenho a lamentar quem pensa dessa forma. Eu agradeço ao Paris por acreditar no meu potencial".

"Pela ambição que esse clube tem, é alinhada com a minha... De querer vencer, de buscar algo maior, um grande desafio e foi onde meu coração pediu para ir e com toda a felicidade do mundo estou aqui. E vou fazer o melhor para ajudar nossa equipe", disse Neymar.

Bem humorado, o atacante sorriu quando perguntado se sentiria pressão pelo alto valor investido pelo PSG:

"Não tenho pressão. Continuo igual, com os mesmos 69 quilos"

No clube francês, o brasileiro vestirá a camisa 10, que anteriormente era usada por Javier Pastore, e assinou contrato até 2022. O atacante explicou a escolha pelo clube parisiense.

Ele treinará na tarde desta sexta-feira com o elenco do PSG e poderá estrear no sábado, contra o Amiens, pelo Campeonato Francês. O jogador já se colocou a disposição para entrar em campo, mas o processo burocrático da transferência deve impedir sua estreia.

"Muito feliz por tudo, por ser um novo desafio. Feliz por vir ao Paris, que é um grande clube, uma cidade maravilhosa. Estou muito feliz. Faltam palavras para descrever o que sinto no meu coração. Estou empolgado para treinar com amigos, para jogar e buscar títulos que o time merece".
 

O protagonismo do Messi te afetou no Barça?

Indagado se ele sentia falta de protagonismo no Barça tendo Messi ao lado, Neymar negou que esse fator tenha pesado na sua transferência. O atacante brasileiro responde que a presença de Messi determinou sua escolha pelo time catalão, em 2013. 

"Não, pelo contrário. Um dos motivos que fui ao Barcelona, foi para jogar com Messi. É um dos melhores do mundo na minha opinião. Não tive nenhuma pressão. Só na minha primeira semana, estava nervoso por jogar com ídolos que só via no videogame. Estar jogando com os melhores é muito mais fácil e acho que todo o jogador quer isso. Agredeço muito ao Leo (Messi), que me acolheu muito bem nesses últimos anos". 

"Meu desejo foi por querer um novo desafio, por buscar algo diferente. Não estava me sentindo incomodado lá. Nunca busquei isso na minha vida. Não é o protagonismo que vim buscar. Vim buscar títulos, novos desafios. Sou movido a isso, querer estar sempre me superando, por isso estou aqui".

Como foi deixar os amigos do Barça?

"Foi uma das decisões mais difíceis que tomei na minha vida, por estar bem adaptado no Barcelona, por ter amigos e jogadores fantásticos dentro do clube. E não foi fácil. Foi um momento de muita tensão. Deixei muitos amigos. Futebol passa muito rápido. Você criar amizade nos lugares quer você passa é muito maior do que qualquer outra coisa. Fui feliz nos últimos quatro anos e senti que era o momento de partir. Não era que ali não tinha desafio, só queria algo novo. Falei sim com os jogadores daqui, já sinto em casa".

Neymar em campo com a camisa do PSG

Como está fisicamente?

"Vinha treinando sim. Agora dei uma parada de dois dias sem treino por tudo o que estava acontecendo. Mas estou preparado e feliz. Passei pelo campo e já deu vontade de vestir a camisa e jogar. Jogar bola é o que gosto de fazer e por que não amanhã, não é?"
 

Expectativa de atuar pelo PSG

"Quase todos os jogos contra o Paris acabei indo bem. Hoje me sinto lisonjeado. Vim para uma equipe que tem jogadores que tem muita qualidade. Estou entusiasmado para trabalhar com eles e ser mais um a ajudar o PSG. Todo o jogador quer jogar com os melhores e hoje eu acredito que aqui tem os melhores".
 

Pressão por Liga dos Campeões:

Presidente: "A nossa ambição é a Liga dos Campeões, sempre foi, ainda é e agora mais. Queremos ganhar o máximo possível. Mas não podemos colocar tanta pressão por Champions. É importante deixar claro que o jogador tem que aproveitar"

O mais valioso do mundo

Neymar agora pode se gabar do status de jogador mais caro da história do futebol. A negociação do brasileiro com o PSG supera a marca do francês Paul Pogba, que em 2016 trocou a Juventus pelo Manchester United em uma transferência na casa de 105 milhões de euros.

Foram vários os motivos que levaram Neymar a balançar com o novo assédio do PSG. Além dos salários que podem chegar a 40 milhões de euros anuais, os franceses acenam com a construção de um projeto em torno do atacante, que permite que ele entre com força na briga para ser o melhor jogador do mundo. Em Paris, ele terá a companhia de amigos brasileiros como Daniel Alves e Thiago Silva.

O acerto com o PSG ocorre após uma longa novela, que começou há mais de 20 dias, quando Neymar começou a conversar com brasileiros do PSG sobre a possibilidade de mudar para Paris.

O Barça montou uma operação e pediu aos jogadores para que tentassem convencer o atacante a permanecer. A gota d'água na relação entre Barcelona e o estafe de Neymar foi o pagamento de um bônus pela renovação de contrato do atacante realizada em outubro do ano passado: quando os catalães acenaram que poderiam segurar o pagamento, Neymar abandonou os treinamentos e acelerou a transação.

 

Merci Muchas gracias Thanks Obrigado @flacojp27 🤙🏽✌🏽

A post shared by Nj 🇧🇷 👻 neymarjr (@neymarjr) on

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos